O Bê a Bá dos exames infantis

24 de fevereiro de 2016 - Por: Redação


Kids_Check-up Infantil

Como todo adulto, as crianças também precisam de uma atenção especial em relação aos exames e isso começa lá na maternidade. Nos primeiros dias de vida algumas doenças podem ser diagnosticadas por meio de alguns exames simples. Como explica a pediatra Caroline Oliveira Gabardo, “a detecção precoce de certas doenças, como o hipotireoidismo congênito, identificado pelo teste to pezinho, permitem o tratamento imediato possibilitando a cura ou manejo adequado de sintomas”.

Até os dois anos a criança deve ser acompanhada frequentemente pelo pediatra para a avaliação do crescimento e, consequentemente, ver se há a necessidade de realizar exames complementares. Queixas do paciente, doenças familiares, curvas de crescimento e de peso são alguns critérios utilizados pelos médicos para recomendar algum exame.

Após os dois anos, a visitas ao pediatra não precisam ser tão recorrentes, mas elas nunca devem ser negligenciadas. “Diferente dos adultos, crianças não fazem exames de check-up e sim consultas periódicas com o pediatra que conhece e acompanha o desenvolvimento infantil”, afirma a especialista.

Conheça melhor os exames básicos que os bebês devem fazer nos primeiros dias de vida:

Teste do pezinho

Este é o mais popular. Mas você sabia que pelo teste do pezinho podem ser detectadas precocemente fenilcetonuria, anemia falciforme, hipotireoidismo congênito, fibrose cística e hiperplasia adrenal congênita? Quem diria que um furinho no calcanhar do bebê conseguiria identificar tantas doenças, não é mesmo?

Teste da orelhinha

É indicado fazer o teste de emissão otoacústica até o terceiro dia de vida para detectar alguma deficiência auditiva congênita. É um procedimento muito simples e pode ser feito enquanto o bebê está dormindo.

Teste do olhinho

Esse teste é muito rápido e necessita apenas do uso de um ftalmoscópio, uma espécie de lanterninha, pela qual o médico observa o reflexo no olho do bebê. Olhos saudáveis refletem tons de amarelo, laranja ou vermelho, já os que apresentam alguma alteração não refletem a luz de forma muito nítida.

Teste da linguinha

Ainda um pouco desconhecido por muitos papais e mamães, o teste da linguinha passou a ser obrigatório em 2015 para todos os recém-nascidos no país. Por meio deste exame é possível identificar alguma má formação na membrana da língua que possa prejudicar a amamentação e o desenvolvimento da fala.

Teste do coraçãozinho

Também chamado de oximetria de pulso, o teste detecta cardiopatias como buracos entre as câmaras do coração e defeitos na válvula cardíaca. Mas atenção, esse exame não é gratuito, portanto é preciso pedir ao médico a autorização para o teste.

 


Viver no digital

Loading...