Lifting

16 de maio de 2013 - Por: Redação

Em alguns casos mudar é mais uma questão de necessidade do que estética. Isso acontece com o nosso corpo, comportamento e até com a forma que vivemos e agimos. Este é o caso da Clínica Delineare, especializada em cirurgia plástica e estética, que trocou de endereço para melhorar o acesso ao espaço e aproveitou o empurrãozinho para criar um ambiente aconchegante e funcional.

Ao procurar a designer de interiores Carla Gil Heller e sua filha, a arquiteta Fernanda Gil Heller, para desenvolver o projeto, os proprietários da clínica demonstraram a vontade de criar um ambiente em que os pacientes se sentissem em casa. “Nossa ideia era fugir de um consultório tradicional com maca e cadeira de plástico”, explicou Dra Angela Chiaratti. Ela contou que observou que “os ambientes de consultórios pareciam iguais: brancos, frios e um tanto quanto bagunçados. Queríamos sair desse estereótipo”. Por conta disso, os ambientes foram desenvolvidos com a personalidade de cada um dos médicos.

Assim como a relação do nosso corpo com a cirurgia plástica, muitas de nossas características são aproveitadas para melhorar o resultado final. Este é o caso de algumas peças que vieram do escritório antigo. “A maioria delas precisou ficar para trás, pois o novo ambiente era muito maior que antigo e a nova linguagem é mais moderna”, explicou a arquiteta. Como a casa é antiga, muita coisa foi quebrada e adaptada. Um exemplo é a quantidade de salas e banheiros do segundo andar. A disposição dos ambientes também foi reformulada.

Outro ponto alto do projeto é a acessibilidade, agora a clínica conta com um elevador para pessoa para pessoa portadora de deficiência.

Entre os consultórios, a disposição é idêntica, mas é clara a diferença proposta nas cores e elementos geométricos. A sala do Dr. Marlon tem uma linguagem masculina, com o uso da paleta de cores que vai dos tons de cinza ao preto e conferem uma identidade sóbria, presente no papel de parede e na persiana. Para dar leveza ao ambiente alguns objetos escolhidos para compor os ambientes são coloridos.

Já a sala da Dra Angela foi decorada a partir da paleta bege e marrom com toques dourados e acobreados, que são responsáveis por reafirmar a feminilidade ao espaço. Um destaque comum é o ambiente conjugado do consultório com a sala de atendimento. “Assim o paciente fica mais à vontade”, conta Dr. Marlon.

Sobre o resultado final, os doutores acreditam que o ambiente ficou mais estruturado e com mais espaço para o atendimento. “Cada cliente que vem aqui elogia e diz que gostou bastante”, diz Dr. Marlon. “É justamente esta a sensação que nós queríamos passar”, completa Dra Angela.

Related Post


Viver no digital

Loading...