Eles e as varizes

16 de maio de 2013 - Por: Redação

Quem acha que só as mulheres sentem dores, sensação de peso nas pernas e inchaços está enganado. Os típicos sintomas de varizes também incomodam um em cada cinco homens, principalmente entre os 30 e 40 anos.

O cirurgião vascular Cristiano Schmitt explica que as varizes surgem por conta de herança genética, sedentarismo ou estilo de vida – como o de pessoas que passam muito tempo em pé. No caso específico dos homens, a demora para procurar um especialista e iniciar um tratamento pode agravar o problema. Segundo Cristiano, “eles sentem as dores e percebem os inchaços nas pernas, mas demoram a reconhecer que se trata de varizes. O ideal é não deixar a patologia evoluir, já que as dores podem se tornar graves e acentuadas”.

Os pelos nas pernas dos homens também atrapalham a identificação da enfermidade ou do seu estágio. “Só quando a dor se torna insuportável é que eles procuram um médico”, comenta. Ainda segundo Cristiano, se o tratamento fosse iniciado logo que surgissem as varizes mais grossas, os homens evitariam um sofrimento que pode chegar a durar até 20 anos.

Tratamento

Um diferencial entre os homens e mulheres neste quesito é que eles geralmente têm veias varicosas maiores do que as mulheres. Por conta disso, o melhor tratamento para a doença é a cirurgia. Como as veias são mais varicosas e inflamadas, ocorre maior número de aderências, causando um pós-operatório mais dolorido geralmente. “Isto pode ser evitado realizando o tratamento com laser EVLT, com Radiofrequência ou com Espuma Densa, dependendo de cada caso. Todos estes métodos possuem recuperação rápida e são eficientes”, destaca o médico. Para determinar qual tratamento é mais adequado para cada caso, é necessária a avaliação com eco Doppler realizada por um cirurgião vascular. A recuperação média dura cerca de 3 a 5 dias até que o paciente possa exercer suas atividades rotineiras normalmente.

Dr. Cristiano Schmitt

Rua Padre Anchieta, 2310

Conj. 31, Champagnat

41 3092-9699

angiocentrocuritiba.com.br

Related Post


Viver no digital

Loading...