Queimei no sol, e agora?

Nada de pânico: dicas simples vão te ajudar a aliviar a dor e a vermelhidão da pele

4 de janeiro de 2018 - Por: Redação

clinica-logo-branco-mobile pequena2

APRESENTA

clinica da saude_queimei e agora

 

É comum a gente se exceder no sol e ficar um pouco vermelha, não é?! Na verdade, fazemos tudo errado, pois proteção solar é essencial para uma pele saudável.  Ás vezes, essa vermelhidão pode ser mais profunda, gerando aquela ardência, bolhas e até mesmo causando descamação.  E aí, o que fazer?

Dra. Ludmila de Castro da Clínica Saúde Curitibana contou pra gente a forma correta de se proteger e cuidar da pele queimada e reforça: “Não esqueça que o período entre dez da manhã até às quatro da tarde é o que mais tem incidência da radiação, responsável por causar as queimaduras e também pelo câncer de pele”.

Dicas simples para aliviar a dor 

Exagerou e queimou, agora é cuidar para aliviar o incômodo. “É preciso ter muito cuidado para não agravar mais. Como a pele está vermelha, evite água quente, esponjas e qualquer tipo de esfoliante”.“A primeira atitude deve ser refrescar toda a área afetada. Se possível aplique compressas de água gelada, ou tome um banho por alguns minutos”, reforça.

Não passe produtos oleosos na pele também, porque eles impedem que o calor e suor sejam liberados, podendo agravar a situação. É muito importante beber água para evitar as consequências da desidratação, pois a exposição ao sol faz com que o corpo perca água e sais minerais. “Uma dica natural bem bacana é fazer compressas frias com camomila, pois é uma planta com propriedades calmantes, ideal para aliviar a dor das queimaduras de sol”, explica a Dra. Ludmila.

A babosa é outra planta que possui a capacidade natural de hidratar e cicatrizar. Caso não tenha acesso a tais plantas, opte pelo vinagre de maçã que você pode encontrar em supermercados ou casas de produtos naturais. “O vinagre deve ser utilizado diluído  em uma quantidade igual de água. Não aplique diretamente na pele, pois o ácido acético pode causar reações. Use em formas de compressas geladas sobre a pele. A água de coco também pode ser usada via oral para hidratar ou em forma de compressas locais geladas”, finaliza.

 


Foto Dra LudmillaDRA. LUDMILA DE CASTRO

CLÍNICA DA SAÚDE CURITIBANA

Rua Comendador Araújo, 86 | Centro

(41) 3402-2434

Posts Relacionados

Conheça os riscos da água do mar para a pele   Chega o verão e a gente quer o que? Praia! Só que enquanto estamos aproveitando esses momentos, não dá para esquecer alguns cuidados, pr...
Cuide do seu tipo de pele Lavar e cuidar do rosto diariamente é um dos rituais mais comuns e indicados para quem deseja ter uma pele bonita e saudável. E os sabonetes, seja...
5 boas razões para fazer plástica no inverno Foto: Divulgação   O friozinho está por aí e uma das perguntas mais frequentes nos consultórios dos cirurgiões é se o inverno realmente é ...

Viverno digital

Loading...