Se arrependeu? Saiba tudo sobre remoção de tatuagem

Dermatologista tira dúvidas sobre esse procedimento e explica quem pode fazer

28 de março de 2017 - Por: Redação

Beleza_remocao de tatuagem

Quem não tem um namorado, uma amiga e até mesmo um parente que fez uma tatuagem e se arrependeu? Seja por um erro na execução do desenho ou até mesmo por enjoar, a remoção da tatuagem é a solução!

O avanço da tecnologia e aumento da procura tornaram o procedimento mais acessível. Listamos as principais questões sobre o tema com a Dr. Maria Frantzezo, da clínica MKDerma  para você tirar suas dúvidas e renovar sua pele! Confira.

 

COMO A REMOÇÃO É FEITA?

Na remoção da tatuagem são utilizados diferentes tipos de laser, cada um específico para um tipo de pigmento. “Existem alguns pigmentos que saem com mais facilidade como os da cor preta e azul, na maioria das vezes com remoção completa. Já as tatuagens na cor verde, vermelha e amarela, por exemplo, na maioria dos casos conseguimos remover parcialmente apenas esta pigmentação”, esclarece a dermatologista.

 

QUEM PODE FAZER?

“Depende do caso”, alerta Dr. Maria. “Em algumas situações, como tatuagem completa nas costas eu recomendo o paciente a não realizar o procedimento, pois a remoção pode não ser completa”. Nestes casos a dica é escolher um desenho pequeno e de preferência na cor preta, sem muitos pigmentos. “No caso de arrependimento, ainda é possível corrigir”, reforça.

 

É DEMORADO?

São necessárias várias sessões, no geral em torno de oito, podendo chegar a vinte sessões. “O número depende da pigmentação e do tamanho da tatuagem. A remoção acontece pela corrente sanguínea, pelos vasos linfáticos (eliminação da urina) e pela via transdérmica (local da tatuagem). A regulagem destes canais leva em torno de 45 dias, por isso é necessário um espaço de 45 a 60 dias entre uma sessão e outra”.

 

DÓI UM POUCO

“Podemos dizer que dói, sim. O laser é atraído pelo pigmento, então quanto maior o desenho e mais pigmento, maior é a absorção do laser e, consequentemente do calor, gerando o desconforto”, fala a Dr. Maria.

 

A REMOÇÃO CAUSA ALGUM DANO?

A especialista explica também que dependendo do processo de cicatrização de cada paciente pode acontecer alguma alteração na textura da pele. “Caso isso aconteça, é necessária a realização de outro procedimento com o uso de laser fracionado para diminuir o aspecto rugoso”.

 

CUIDADOS COM O PÓS-PROCEDIMENTO

São recomendados os mesmos produtos utilizados no cuidado pós-tatuagem, como cremes e pomadas cicatrizantes e até mesmo antibióticos. Também é proibido banho de sol, principalmente entre uma sessão e outra para não diminuir o efeito do laser.

 

TIRA TAMBÉM A MAQUIAGEM DEFINITIVA

“O tratamento é realizado também para a remoção de maquiagem definitiva, que é uma espécie de tatuagem. O procedimento é mais simples, uma vez que é utilizado menos pigmento e a remoção acontece em até cinco sessões. A procura tem sido cada vez maior e muitas vezes as pessoas não querem remover completamente, apenas clarear para fazer outra em cima”.

 

beleza_dermatologia DR MKderma

DRA. MARIA FRANTZEZO
Rua Padre Anchieta, 2050, Cj 1707
Batel | (41) 3335-3488
mkderma.com.br

 

Posts Relacionados

No e Low Poo: as alternativas para um cabelo menos... Você já ouvir falar do No Poo ou do Low Poo? Apesar dos nomes diferentes, essas duas técnicas vêm se tornando as preferidas de muitas mulheres e h...
Maquiagem para o Ano Novo 2017 Além de escolher a roupa para o Ano Novo a maquiagem é outro detalhe importantíssimo para que o visual fique completo. Você vai apostar na tradicional...
Sempre bem A Panvel desembarcou em Curitiba e trouxe muitas novidades do mercado dos cosméticos, como a linha “Sempre Bem”. Entre os produtos, estão cremes hidra...

Viver no digital

Loading...