Acupuntura contra a ansiedade

Veja como a acupuntura pode ajudar no tratamento de quem sofre com ansiedade excessiva

6 de setembro de 2017 - Por: Redação

clinica-logo-branco-mobile pequena2

APRESENTA

 

A ansiedade é uma emoção humana natural. Quem nunca experimentou esse sentimento que agita o coração diante de problemas ou antes de uma prova difícil? Porém, ansiedade excessiva pode se tornar uma doença, que é denominada de distúrbio de ansiedade. “Esse distúrbio pode causar grande mal à saúde porque funciona como um catalisador para o surgimento de outras enfermidades. Ele pode funcionar como um gatilho capaz de acordar uma doença de predisposição genética”, pontua a fisioterapeuta Dra. Ludmila de Castro, da Clínica da Saúde Curitibana.

Clinica da saude curitibana_Ansiedade e acupuntura 2

Quem sofre com ansiedade geralmente sente sintomas como inquietação, cansaço físico e mental, dificuldade de concentração, irritabilidade, esgotamento, tensão muscular e insônia. Segundo a Medicina Chinesa, estes sintomas ocorrem pela falta de equilíbrio entre o corpo, a mente e espírito.

 

COMO A ACUPUNTURA PODE AJUDAR?

“A acupuntura é uma forma natural para o tratamento da ansiedade. Na visão da terapia oriental, a ansiedade ocorre devido ao desequilíbrio entre os elementos água e fogo. Durante o tratamento, a acupuntura promove o equilíbrio da energia corporal através dos cinco elementos: fogo, terra, metal, água e madeira, acalmando a mente e o coração”, explica Dra. Ludmila. Ao equilibrar estes elementos e órgãos, é possível obter uma importante melhora. “Caso você já esteja recebendo tratamento, adicionar a acupuntura pode trazer um resultado mais rápido e eficaz”.

 

QUANTAS SESSÕES?

Em geral, as sessões devem ser realizadas semanalmente e, para um bom resultado, é sugerido o mínimo de dez sessões. “O reestabelecimento do equilíbrio do corpo ocorre por um processo gradual e contínuo, levando em conta que cada organismo responde a seu tempo”, finaliza a profissional.

 

 

Foto Dra LudmillaDRA. LUDMILA DE CASTRO – CLÍNICA DA SAÚDE CURITIBANA

Rua Comendador Araújo, 86 | Centro

(41) 3402-2434

 

 

Posts Relacionados

Paciente terminal: como funcionam os cuidados pali... APRESENTA     Fernanda Tuoto, enfermeira do Valencis Curitiba Hospice, explica como são os cuidados com um paciente terminal (Foto...
Qualidade de vida e a equipe multidisciplinar APRESENTA A abordagem feita pela equipe multidisciplinar auxilia na melhora da qualidade de vida do paciente, pois possibilita um tratamento de...
6 dicas para manter os dentes em dia Os problemas bucais não estão limitados à cárie e gengivite. A boca é o órgão do corpo mais exposto a processos infecciosos e traumáticos, sem con...

Viverno digital

Loading...