Aprenda a evitar a trombose para exibir pernas bonitas e saudáveis

Fique atenta aos sintomas. Conheça os mitos e verdades sobre o problema

16 de março de 2016 - Por: Redação


vascular_sempre-linda-481x420

Que as pernas são um dos maiores atributos femininos, isso não é novidade. Afinal, que mulher não quer arrasar usando uma saia ou vestido? Por isso, a preocupação é constante com relação a doenças que podem afetar as pernas, explica o cirurgião vascular do Angiocentro Curitiba Dr. Cristiano Schmitt.

E um dos grandes problemas que tira o sono das mulheres é a trombose (TVP – Trombose Venosa Profunda). Ela acontece quando se formam coágulos de sangue nas veias que bloqueiam o fluxo sanguíneo, por isso a sensação de inchaço e dor na região. De acordo com o doutor Cristiano é preciso uma combinação de fatores para que isso aconteça. “O coágulo pode se formar por conta de uma lesão, ou quando o sangue tem dificuldade para circular, como no caso de varizes, e também quando o sangue está mais grosso, que pode acontecer quando se é fumante, por exemplo”.

O sedentarismo, a obesidade, o uso de anticoncepcionais ou terapia de reposição hormonal e doenças que causam alterações na coagulação sanguínea, como câncer e seus tratamentos, também contribuem para o aparecimento da doença.

COMO TRATAR?

O cirurgião vascular explica que o primeiro passo é procurar um especialista para detectar o problema. “Muitas vezes a trombose é confundida com algum sangramento interno causado por uma lesão”, alerta.

Detectado o problema, a indicação do médico é o repouso e compressas quentes e úmidas com as pernas elevadas para ajudar no retorno da circulação e a utilização de anticoagulantes para evitar a progressão da trombose. “Essas são dicas importantes para manter a saúde das pernas, pois o objetivo é impedir a sua progressão”.

O tratamento também se estende ao uso de medicamento injetável, que pode ser substituído por remédios via oral. “A doença é mais grave quando acontece em veias maiores, mas existem tromboses menores que trazem, consequentemente, riscos menores”, elucida o médico.

COMO EVITAR?

“A prática de exercícios é uma das principais formas de evitar a trombose. Use meias de compressão no dia a dia e não fique muito tempo parada. O indicado é a cada duas horas levantar para melhorar a circulação”, sugere o doutor.

Outra dica importante é a visita constante ao cirurgião vascular. “Sempre fique de olho em qualquer alteração nas pernas. Mesmo aquelas varizes pequenas podem facilitar a coagulação do sangue, gerando a trombose.”

 

MITOS E VERDADES

Pessoas com varizes devem se preocupar mais com a trombose?
Verdade. Esse é um dos fatores predisponentes.

Ter veias arroxeadas/azuladas são sinais da doença?
Mito. Talvez sejam sinais de varizes, mas não de trombose.

Quem trabalha sentado tem grandes chances de desenvolvê-la?
Verdade. Apesar de ser necessário mais do que isso para desencadear trombose, ficar sentado pode aumentar as chances.

Todo anticoncepcional causa o problema?
Mito. Não há correlação direta entre os dois, mas em algumas pessoas com trombofilia (anomalia no sistema de coagulação) o uso de anticoncepcional pode aumentar as chances.

 

FIQUE ATENTA AOS SINTOMAS

Dor nas pernas

Sensação de queimação na região afetada

Coloração vermelha ou azul na região prejudicada pela doença

Inchaço

Posts Relacionados

Que tal levar o filho para a academia? Child Care é um espaço destinado a filhos dos alunos que vão treinar na academia. Fotos: Mariana Barcellos   Acordar cedo, arrumar lanchei...
Os segredos para conquistar a boa forma APRESENTA   Quer manter o corpo em boa forma e a saúde em dia? Então três coisas devem estar em seu radar: alimentação saudável, prática de...
Gabriela Carvalho: “Dá para ser feliz comend... Fotos: Mariana Barcellos   Quem passa pela Avenida Batel nem imagina o que é possível encontrar no número 1440. Em meio a prédios, carros ...

Viverno digital

Loading...