Como prevenir as alergias de primavera

Aprenda cuidados especiais para evitar reações alérgicas

28 de setembro de 2016 - Por: Redação

Saúde_Como prevenir as alergias de primavera

A primavera acabou de começar, mas é importante ficar atento às reações alérgicas que são típicas dessa época do ano, as impulsionadas pelo pólen liberado pelas flores. De acordo com o médico otorrinolaringologista da Paraná Clínicas, Yasser Jebahi, a alergia ao pólen é típica da região Sul e muitas vezes está associada à conjuntivite alérgica, entre outros sintomas.

 

As chamadas alergias sazonais têm relação às características do clima, como temperatura, umidade e agentes típicos de cada época. “A rinite, por exemplo, pode ser desencadeada por mudanças bruscas de temperatura, outro fator característico do Sul”, afirma o profissional.

 

SINTOMAS

Os sintomas mais comuns relacionados às alergias são a obstrução nasal, coriza, coceira no nariz e demais regiões das vias aéreas, dores de cabeça, conjuntivite e lacrimejamento, rouquidão e tosse. “Em casos mais severos acontece ainda diminuição do apetite, irritabilidade e alteração da capacidade de concentração”, diz o médico.

 

COMO PREVENIR?

Alguns cuidados básicos podem ser tomados durante todo o ano:

 

– Para evitar o contato do pólen com os olhos, use sempre óculos de sol quando sair

– Use colchões e travesseiros de espuma

– Prefira pisos laváveis, como cerâmica e madeira, e cortinas do tipo persiana, que possam ser limpas com pano úmido

– No quarto de dormir a atenção deve ser redobrada! Livros, revistas, bichos de pelúcia e caixas de papelão devem ficar fora deste ambiente.

– O contato com animais de pelo e pena, especialmente na cama, deve ser evitado

– As roupas de cama devem ser lavadas e secas ao sol ou ar quente antes do uso

– A temperatura ideal da água no banho é a natural, evite banhos quentes

– Talcos, perfumes e desodorantes, especialmente na forma de sprays,  podem ser um gatilho para alergias

 

COMO CUIDAR DA CASA

A umidade é um fator diretamente relacionado ao aparecimento das crises alérgicas. “Averigue periodicamente a umidade na sua casa. A solução de ácido fênico entre 3% e 5% ou solução diluída de água sanitária pode ser aplicada nos locais mofados”, ensina o médico. Já na hora da limpeza da casa, prefira passar pano úmido diariamente ao invés de utilizar vassouras, espanadores e aspiradores de pós, que levantam poeira.

 

ATENÇÃO ESPECIAL AOS PEQUENOS

Nos bebês e nas crianças existe maior incidência de infecções de vias aéreas associadas ao quadro de alergia. “Se os sintomas persistirem, procure um especialista para afastar possível alteração do sistema imune e, assim, iniciar tratamento específico para cada caso”, orienta Yasser Jebahi.

 

Posts Relacionados

Brilho no olhar Se você não é de uma tribo localizada na África Subsahariana, certamente a partir dos 45, 50 anos vai se deparar com alguma dificuldade para enxergar....
Saiba identificar a intolerância alimentar A intolerância a determinados tipos de alimentos, como o leite e o trigo, é uma grande dificultadora da rotina diária de quem sofre com o problema. Si...
Em guerra com as varizes As varizes causam um desconforto gigante, além de deixarem as pernas feias. De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SB...

Viver no digital

Loading...