Fique de olho

Sem dor, rápida e precisa, a cirurgia refrativa ajuda você a enxergar melhor e acabar com o aborrecimento de usar óculos

5 de abril de 2018 - Por: Redação

OBBPPD0bx

 

Cadê meus óculos? E aí começa a caça. Procura no sofá, na bolsa, na mesa do trabalho… vai para a cozinha e nada. Isso é quase rotina para quem usa óculos, não é? Outra reclamação é a questão estética, uma vez que muitas pessoas, principalmente mulheres, sentemse incomodadas com o seu uso. Se você se identificou com essas situações, então esta matéria é para você.

Com o avanço da tecnologia, existem soluções para acabar com esses aborrecimentos e a cirurgia refrativa é uma delas. Conversamos com a Dra. Daniele Maria L. de A. Espinhosa, oftalmologista especialista nessa cirurgia no Centro Paranaense de Oftalmologia (CPO) para falar sobre essa técnica que pode ajudá-lo a se livrar dos óculos.

 

QUEM PODE FAZER O PROCEDIMENTO?

O que classifica um paciente como um bom candidato à cirurgia refrativa são exames oftalmológicos necessários para uma indicação segura do procedimento. Existe uma pequena porcentagem de pessoas que não pode ser submetida a ela. Por isso, nada como um oftalmologista especialista nessa área para ajudá-lo, até mesmo para decidir se está no momento certo para realizar o procedimento. Alguns critérios devem ser respeitados para a indicação da cirurgia refrativa. Por exemplo, o grau de miopia, astigmatismo e hipermetropia deve estar estável por pelo menos um ano, ter idade mínima de 20 anos e exames de curvatura e espessura corneana compatíveis. A tomografia corneana é imprescindível para a recomendação da cirurgia.

 

O QUE PODE SER CORRIGIDO COM A CIRURGIA REFRATIVA?

O procedimento tem como objetivo corrigir miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia, para reduzir ou eliminar a necessidade do uso de óculos e lentes de contato. A cirurgia pode ser feita pela aplicação de diferentes técnicas cirúrgicas, sendo as mais utilizadas Lasik, I-Lasik, PRK e Transepitelial.

 

COMO É REALIZADA?

A cirurgia é indolor e não é invasiva. A anestesia é local, com gotas de colírio. O paciente deita-se em uma maca e o cirurgião posiciona o laser sobre o olho a ser operado. Muitos perguntam sobre a movimentação do olho, mas ele é monitorado por um sistema rastreador que faz com que o laser seja aplicado no local correto. A duração média da cirurgia é de 15 minutos. Também não existe a necessidade de tampão ou curativo, nem a realização de pontos.

 

EXISTE ALGUM RISCO?

É importante que o paciente saiba que todo procedimento cirúrgico tem riscos. Porém, no caso da cirurgia a laser, o grau de risco é extremamente baixo. Como vários exames são realizadas anteriormente e o equipamento a laser tem recursos que o torna extremamente seguro e eficaz, os riscos são minimizados.

 

APÓS QUANTO TEMPO É POSSÍVEL ENXERGAR NORMALMENTE?

O paciente já sai enxergando da sala de cirurgia. A visão fica um pouco embaçada nos primeiros dias e gradativamente vai se recuperando. Alguns pacientes relatam certo desconforto, como sensação de areia e lacrimejamento, que desaparecem rapidamente. Oscilação da visão, embaçamento noturno e fotofobia (sensibilidade alta à claridade) são comuns e desaparecem com o tempo. Dependendo da técnica cirúrgica, é possível voltar às atividades do trabalho e do cotidiano já no dia seguinte.

ALGUM CUIDADO APÓS O PROCEDIMENTO?

Um alerta importante é o uso correto dos colírios conforme prescrição médica. É recomendado que a leitura e o uso do computador sejam feitos de forma moderada nos primeiros dias. Filtros solares e cremes hidratantes estão liberados, poupando a área dos olhos e pálpebras. Maquiagem nos olhos somente após uma semana. O ideal é também não nadar e ou ir à sauna no primeiro mês.

 


DANIELE MARIA L. DE A. ESPINHOSA CPO – Centro Paranaense de Oftalmologia

Rua Prof. Benedito Nicolau dos Santos, 521 | Centro Cívico

(41) 3252-5656

 

Posts Relacionados

Como o clima de Curitiba afeta sua saúde Curitiba é conhecida por muitos de seus moradores como a cidade na qual as quatro estações acontecem em um só dia. Mas quais são os problemas que ...
A Esperança Como Aliada Sim, o mundo desaba diante do diagnóstico de um câncer. São decisões e atitudes rápidas que precisam ser tomadas frente a muitas informações novas que...
Cansado? Você pode estar se movimentando da maneir... Já reparou que temos passado cada vez mais tempo sentados e com a cabeça em direção aos smartphones? As consequências disso são o aparecimento de ...

Viverno digital

Loading...