Parceira para além da academia

Tem como ficar amigo de alguém na academia? Ainda mais do treinador? Essas duas histórias provam que sim

13 de maio de 2017 - Por: Revista Viver

DSC_0636

 

Por que você frequenta uma academia? Para ter mais qualidade de vida, definir o corpo ou emagrecer? Mas, se além de tudo isso, o lugar pudesse ser um ponto de encontro entre amigos? Para muitas pessoas é o que acontece. “Vivemos em uma época de muitas crises. As pessoas estão repensando o que vivem, e isso também acaba se transferindo para a academia. Falamos sobre problemas e dividimos alegrias enquanto nos exercitamos”, conta Beto Rodrigues, aluno da Cia Athletica.

Beto conheceu o personal Edymar Fidelis por meio de sua esposa, que era aluna dele. Com o tempo a amizade foi acontecendo. “Minha esposa me puxou para a academia, pois na época eu não fazia nenhum exercício! Hoje treino todos os dias”, conta. “O que ajudou em nossa amizade foi a alegria e o bom humor dele, além de ele ser muito prestativo. Toda dúvida que surge ele sempre me ajuda”.

O personal explica que é muito comum estabelecer esses relacionamentos de amizade dentro (e fora) da academia. De acordo com ele, no primeiro momento, quando um aluno procura um professor é para ter um melhor condicionamento físico, emagrecer e tirar dúvidas sobre exercícios. “Mas cada professor e personal desenvolve um grupo de amizade de acordo com a forma que comanda a turma. A escolha de músicas, o cuidado que tem na hora de fazer uma correção e a orientação que dá ao longo do treino… A partir disso se começa a construir a amizade. No nosso caso, a afinidade começou por conta do prazer pelo spinning. Depois de um tempo começamos a marcar coisas fora das aulas, como churrasco e pizza… Começou com comida! (risos)”, brinca Edymar.

 

Sim, o treinador é gente boa 

Beto garante que o professor é gente como a gente. “Nós gostamos de beber e comer, somos humanos! Até brincamos com isso. Assim, a amizade foi crescendo tanto que, nesses últimos dois anos, ele tem passado o Réveillon na minha casa com nossa família.”

 

Pode pegar no Pé? 

Mas será que rola uma cobrança quando eles saem da academia? “Quando saímos pela primeira vez o Beto até se assustou. Às vezes as pessoas acham que treinador não leva uma vida normal. Eu pedi uma cerveja, comi massa e ele disse: ‘Nossa, você leva uma vida como a minha’ e eu respondi que sim! A única diferença é que tenho a atividade física junto na rotina”, destaca o personal. Essas afinidades aproximaram os dois, que deixam bem claro que treinar é só na academia. Quando saem é para se divertir (e até enfiar o pé na jaca de vez em quando). “Um dia o Edy perguntou se eu queria andar no parque e eu falei que não! Que a academia já era suficiente”, brinca Beto. “Fora daqui nós não fazemos exercícios, fazemos coisas de amigo, saímos para comer… Ele nunca me cobra fora da academia. Mas, por outro lado, durante a aula ele pode pegar no meu pé!”, afirma o aluno.

 

Para elas o treino o continua 

DSC_0677

A personal Alessandra Smanhotto e a aluna Gisele Fuchs Abage também se conheceram na academia. Mas, ao contrário de Beto e Edymar, aproveitam o tempo fora das aulas para continuar em forma. “Além dos treinos, sempre que arrumamos um tempo saímos e vamos correr no parque juntas!”, conta Alessandra. “A Gi é muito amável, verdadeira e humilde. Isso nos tornou mais próximas”. A profissional ainda elogia a amiga dizendo que ela é uma aluna muito dedicada. “Ela tem uma alimentação bem saudável, se cuida e treina todos os dias. Eu não preciso ‘pegar no pé’ dela. Seria bom se todas as outras alunas fossem assim”, brinca. Mas e como essa amizade começou? Gisele conta que pelo alto astral que ambas possuem a proximidade foi acontecendo natura

lmente, mas ficou marcada quando decidiu fazer uma surpresa para a amiga. “A Alessandra estava esperando seu primeiro filho e resolvi organizar o chá de bebê dela”, explica. “Foi muito bacana participar de um momento especial como esse, pois fortaleceu muito o que sentimos uma pela outra. Foi emocionante”, reforça. Em meio a treinos, chás e brincadeiras as duas fazem parte também de um grupo que se encontra uma vez por mês para jantar. “Quando existe afinidade a amizade vai surgindo naturalmente e os programas aparecem. Não ficamos restritas nas atividades dentro da academia mesmo, a amizade extrapolou”, finaliza a personal Alessandra.

 

Cia Atlética

Park Shopping Barigui – Piso G6

(41) 3241-5000

Posts Relacionados

Volta às aulas: Dicas para não deixar a criança so... As aulas começaram faz pouco tempo, porém, um problema recorrente que os pais e professores precisam ficar atentos é com o peso que as crianças carreg...
Vacina contra a gripe já está disponível na rede p... Este ano o vírus H1N1 começou a atacar mais cedo, provocando 38 mortes em São Paulo e três mortes em Santa Catarina até o mês de março, por conta ...
3 dicas sobre saúde da mulher O Dia Internacional da Mulher chega e deixa no ar a dúvida: estamos cuidando bem de nós mesmas? Membro da Sociedade Internacional de Medicina Sexu...

Viverno digital

Loading...