Sua coluna agradece

O tempo que passamos no trânsito está acabando com a sua coluna. Confira algumas medidas para evitar a dor

6 de abril de 2018 - Por: Redação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Com o corre-corre do dia a dia, o tempo que a gente fica no carro é absurdo. Pegar o filho na escola, ir para reunião, voltar para casa… e, claro, o tempo parado em engarrafamentos que encaramos todos os dias. Você sabia que Curitiba está entre as dez cidades brasileiras com mais congestionamentos no trânsito? Em média, passamos 20% a mais de tempo parado se comparado ao fluxo livre. E isso não é pouco, acredite! Por ano, o total de horas chega a 83. Os dados se referem ao ano de 2016, em pesquisa realizada pela empresa TomTom, e é preocupante.

Isso significa que, além do estresse, ficar todo esse tempo sentado pode prejudicar sua saúde, principalmente, suas costas. “Sua coluna sofre com isso, pois o peso que o corpo exerce sobre ela se multiplica por quatro quando a pessoa está sentada. Imagine então sentar com a postura errada?”, fala Josleide Baldim Hlatchuk, fisioterapeuta da Fisio Global.

Além da repetição dos movimentos e da postura errada adotada por muitos motoristas, a dor lombar pode ser causada pela vibração que a coluna sofre durante a direção. “Os sintomas começam com uma dor muscular. Com o tempo, pode gerar desgaste ósseo e deformações, tornando mais difícil o tratamento”, ressalta Josleide.

Segundo a fisioterapeuta, a boa postura ajuda a amenizar o problema e os motoristas precisam ficar atentos. “O ideal é que o encosto e o assento formem um ângulo o mais próximo possível de 90 graus. Já quanto à distância entre o corpo e o volante, o ideal é que os braços não fiquem totalmente esticados”, aconselha.

 

MAS O QUE FAZER?

O consenso é levantar e se movimentar, alongando o corpo a cada hora passada sentado. “Isso vale para todo mundo que permaneça muito tempo sentado”, recomenda a fisioterapeuta. “Claro que, em meio ao trânsito parado, é impossível, mas nem por isso devemos descuidar do corpo”, complementa.

“Com a RPG, por exemplo, trabalhamos o contrário do que fazemos no dia a dia, ou seja, nosso padrão é sempre retrair os músculos e durante as sessões as posturas realizadas ajudam a alongar e diminuir as dores. Se a postura é adequada, o motorista fica menos sujeito às dores na região lombar. O importante é tomar consciência do corpo e conhecer os limites dele. O RPG te ajuda com isso, por meio de uma série de posturas e orientações para o dia a dia que evitam e aliviam dores, ajudando a alongar a musculatura, além de contribuir para dar mais flexibilidade ao corpo”, finaliza Josleide.

 

ORIENTAÇÕES PARA O TRÂNSITO

1 Para alongar a musculatura das costas, projete-se para frente e abrace o volante

2 Estique e flexione os pés e os tornozelos para melhorar a circulação

3 Coloque os braços por trás da cabeça, alongando os ombros e cotovelos

4 Puxe o joelho em direção ao tórax

5 Empurre a cabeça para trás e o queixo para baixo, alinhando com a coluna vertebral

Posts Relacionados

Food Detective: Patrulheiro da alimentação Giovanna Antonelli, Demi Moore, Gwyneth Paltrow e recentemente Deborah Secco são algumas das celebridades que elegeram a dieta Detox para conquistar...
Keep calm A regra é relaxar. Respire fundo, esqueça os problemas e conheça algumas atitudes que podem mudar a sua vida       POR Mariana Gatzk | FOTO Brunno Co...
Como a família pode ajudar o paciente na finitude ... APRESENTA Pacientes que necessitam de cuidados paliativos requerem “cuidado total”, principalmente no momento de finitude. Por isso, é importan...

Viverno digital

Loading...