Chegou na decoração: pele para aquecer

Crie um clima aconchegante, ideal para os dias mais frios com essas dicas

12 de junho de 2017 - Por: Revista Viver


Projeto das arquitetas Jocymara Nicolau e Andréa Posonski

Foto Gerson Lima

Foto Gerson Lima

 

A pele pode entrar em vários lugares na decoração. Como uma peça especial, raramente passa despercebida. Nesse ambiente a pegada é mais despojada. A dica é utilizar a peça como um item a mais, pois não tem como não reparar a pele no ambiente. Por isso, é interessante buscar o equilíbro. Se a pessoa tiver alguma dúvida é interessante procurar um profissional. Assim como na moda, o conceito “isso não pode usar” não existe. Existe a liberdade, mas é claro que ter bom senso é essencial.

 


Projeto da Bender Arquitetura

 

Foto Nenad Radovanovic

Foto Nenad Radovanovic

 

Tendo em vista que moramos em uma cidade fria, gostamos de utilizar a pele no sofá para aquecer! A pele foi utilizada com o intuito de aquecer e sofisticar o ambiente de estar íntimo! A ideia é sempre utilizar o material em ambientes neutros, para que a peça não entre em conflito com a decoração proposta.

 


Projeto da arquiteta Eliza Schuchovski

 

Foto Ronald Pimentel

Foto Ronald Pimentel

 

A pele, neste projeto, foi a responsável por garantir um aspecto de conforto e aconchego, fazendo um contraste suave com o branco da persiana, da poltrona e da luminária. A pele aquece o espaço quando aplicada na decoração. Quanto mais se usa a pele combinada à madeira, mais quente o espaço se torna, por exemplo. No entanto, essa combinação, quando exagerada, torna os espaços carregados e, consequentemente, rústicos. A dica é usar pontualmente e sutilmente.

 


Projeto da arquiteta Caroline Andrusko

 

Foto Daniel Sorrentino

Foto Daniel Sorrentino

 

A pele foi usada neste ambiente como elemento compositivo e de destaque da ambientação. Foi escolhida para dar mais aconchego à composição, além do conforto que o uso da pele proporciona. O material poderia ter sido usado, por exemplo, no tapete ou em almofadas, criando o mesmo efeito. No caso da pele como couro, nesta sala uma opção seria no revestimento de painéis e móveis. A principal dica é utilizar o material com moderação, escolhendo um tipo de pele e um tipo de aplicação. Assim este elemento tem destaque dentro do projeto, sem ficar exagerado.

Posts Relacionados

O antigo renovado Renovar um apartamento sem perder a essência da arquitetura original foi o ponto de partida para adequar o espaço de 390m², no Batel. O casal – ele mé...
Produtos com silicone para auxiliar na sua casa   Procurando um pegador de panela? Ou uma espátula? Opte por um produto de silicone e deixe sua casa mais alegre! Confira as opções que separa...
Inspiração de décor: lavabos Muitas casas e apartamentos possuem um lavabo. O cômodo, que quase sempre é utilizado somente pelas visitas, acaba sendo esquecido por muitos moradore...

Viverno digital

Loading...