Mueller Ecodesign Social transforma lar com 34 ambientes

A arquiteta Rose Guazzi, do projeto Mueller Ecodesign, conta sobre a revitalização deste ano e a convivência com as crianças durante os quatro meses de obra

6 de dezembro de 2018 - Por: Redação

A sala de jantar desenvolvida pela arquiteta Beth Egas.

A sala de jantar desenvolvida pela arquiteta Beth Egas.

 

Já imaginou reformar uma casa com 34 cômodos em 4 meses? Parece loucura, não? Esse foi o desafio deste ano do Projeto Mueller EcoDesign Social, que desde 2014 transforma lares sociais em ambientes confortáveis e funcionais para crianças carentes. Com o apoio de 34 escritórios de arquitetura (um para cada ambiente), a edição de 2018 beneficiou 30 crianças entre 0 e 18 anos, do Lar Infantil Sol Amigo. Batemos um papo com a coordenadora-técnica do projeto, a arquiteta Rose Guazzi, que contou detalhes sobre esses quatro meses intensos.

 

COMO ACONTECEU A ESCOLHA DO LAR INFANTIL SOL AMIGO (LISA)?

No início do ano indicamos diversos lares para votação pública e o pessoal do LISA nos surpreendeu. Fizeram uma campanha como a gente nunca viu, com crianças em pontos de ônibus pedindo votos e um esforço coletivo muito grande. Arrecadaram votos do Brasil inteiro.

 

A cozinha ganhou cores pelas mãos dos arquitetos Mariana Savi, Sabrina Serta e Tainah Paiva.

A cozinha ganhou cores pelas mãos dos arquitetos Mariana Savi, Sabrina Serta e Tainah Paiva.

 

E DURANTE A OBRA, COMO FOI A CONVIVÊNCIA COM AS CRIANÇAS?

Durante quatro meses convivemos com as crianças diariamente, promovemos ações levando-as ao cinema, ao teatro, a almoços e até uma festa junina. Queríamos eles em contato com a gente, já que o objetivo do projeto não é simplesmente reformar a casa, mas transformar a vida das crianças. Apenas nos últimos quatro dias de obra é que as tiramos de lá e mandamos para uma pousada em São Luiz do Purunã. Quando eles chegaram para ver o resultado da casa foi uma emoção enorme, não teve quem não chorasse vendo a reação deles.

 

Um dos quartos das meninas, feito pelas arquitetas Arianne Ribeiro e Berenice Veiga Ribeiro.

Um dos quartos das meninas, feito pelas arquitetas Arianne Ribeiro e Berenice Veiga Ribeiro.

 

VOCÊ TEM PLANOS DE ESTUDAR EM PORTUGAL NO ANO QUE VEM. COM ESSA MUDANÇA, QUAIS SÃO OS PRÓXIMOS PASSOS DO PROJETO?

Vou continuar dando consultoria ao Mueller lá de Portugal durante os próximos dois anos. E, é claro, o shopping seguirá promovendo ações sociais, mas faremos uma pausa nos projetos de revitalização por enquanto, retomando na minha volta.

 

A área externa ficou a cargo dos arquitetos Ricardo Targa Stramandinoli, Maicon Rodolfo Hamm e Rafaela Targa Stramandinoli.

A área externa ficou a cargo dos arquitetos Ricardo Targa Stramandinoli, Maicon Rodolfo Hamm e Rafaela Targa Stramandinoli.

 

NUNCA PENSAMOS EM PATENTEAR O PROJETO, JUSTAMENTE PORQUE O INTUITO É ESTIMULAR A COMUNIDADE A REPLICAR A MESMA IDEIA EM OUTROS LUGARES. QUEREMOS INSPIRAR MAIS GENTE A FAZER O BEM!

 

O Bazar pelas arquitetas Priscila Mielke, Ana Crivellaro e Laryssa Rocha.

O Bazar pelas arquitetas Priscila Mielke, Ana Crivellaro e Laryssa Rocha.

Posts Relacionados

O conforto da automação Nessa sala – projeto de interiores assinado pela Arquitetare – a automação é destaque, com a iluminação e as grelhas de ar condicionado. Foto: Nenad ...
Tendências em decoração na Mostra Casa Black 2017... Está decorando sua casa, apartamento ou escritório e quer ficar por dentro de todas as novidades?  Em sua segunda edição, a Mostra Casa Black apresent...
Produtos amarelos para alegrar a casa Porta-retrato Múltiplo Family&Friends, R$87,50 na Tok&Stok    Girafinha de crochê, a partir de R$ 125 na The Hand Made by Dani Da...

Viver no digital

Loading...