Fashion Revolution agita Curitiba

Durante a última semana de abril, movimento mundial de moda consciente promove palestras e workshops na cidade para estimular a reflexão sobre a indústria

19 de abril de 2018 - Por: Redação

Fashion Revolution

O movimento Fashion Revolution promove ações de conscientização de moda ao redor do mundo (foto: divulgação)

Quem fez suas roupas? Quanto será que essa pessoa recebeu para costurá-las? De onde elas vieram? Você já parou para pensar sobre isso? Não se sinta mal se esses questionamentos nunca passaram pela sua cabeça! É justamente essa reflexão que a Fashion Revolution, evento mundial de conscientização sobre moda busca provocar no consumidor. O movimento nasceu há cinco anos, logo após a tragédia do Rana Plaza, edifício comercial de Bangladesh que desmoronou e matou milhares de trabalhadores que produziam roupas para grandes marcas de fast fashion, como a Zara e H&M. Desde então, a Fashion Revolution promove debates, palestras e ações midiáticas em mais de 90 países ao redor do mundo, sempre buscando provocar a reflexão do consumidor sobre a cadeia de produção da moda, que muitas vezes beira a desumanização e o trabalho escravo.

O movimento chegou a Curitiba em 2014, e desde então agita a cidade promovendo eventos gratuitos em escolas, universidades e espaços culturais da cidade. A programação para a edição de 2018 começa na segunda-feira, dia 23 de abril, e segue até o dia 28 da mesma semana. Confira:

 

Segunda-feira, dia 23/04

Bate-papo sobre a revolução do papel da mulher na indústria têxtil e da moda

A grande maioria dos funcionários expostos a jornadas de trabalho exaustivas e baixa remuneração são do sexo feminino. No debate, serão abordadas as atuais condições de trabalho dessas mulheres e o que tem sido feito para melhorá-las. Com Socorro Araújo e Henrique Cabral.

Livraria Vertov (R. Visconde do Rio Branco, 835).

Quando: das 15h às 18.

Entrada gratuita. Vagas limitadas. Inscrições em: https://goo.gl/VG151m

Moda Manifesto

Mais do que tendências que vem e vão, a moda é uma maneira muito eficaz de expressão de personalidade. É sobre isso que Karina Gallon e Marcos Manzutti, empreendedores curitibanos na área da moda vão falar nesse bate-papo. Feminismo e upcycling (transformação de peças de roupa já existentes) também não ficarão de fora.

Álbum Hits (R. Brigadeiro Franco, 1193)

19h

Entrada gratuita. Vagas limitadas. Inscrições em: https://goo.gl/VG151m

 

Terça-feira, dia 24/04

 

Sustentabilidade na moda e novos rumos do consumo consciente

Não há como negar que a indústria da moda precisa passar por algumas reformulações para preservar o meio ambiente e melhorar as condições de trabalho das pessoas envolvidas. Serão três palestras abordando temas que circundam a sustentabilidade, a moda e a indústria têxtil.

Metas da ONU para a sustentabilidade

Com Norman de Paula Arruda Filho, Doutor em Gestão Empresarial Aplicada e professor do Mestrado em Governança e Sustentabilidade do ISAE/FGV. Serão abordadas quais medidas tomadas por grandes empresas e governos ao redor do mundo para atender às metas de sustentabilidade propostas pela ONU, assim como os principais desafios para a realização dessa meta.

Das 19h às 19h30

Direito da Moda e os princípios do Pacto Global

A advogada Carmen Íris Parellada Nicolodi é coordenadora do Direito da moda e membro consultora da Comissão Nacional da Cultura e Arte da OAB. Na palestra, irá abordar as questões legais da moda, envolvendo trabalho e venda de roupas no Brasil.

Das 19h às 20h

Novos rumos do consumo consciente – Upcycling e o futuro dos brechós

Reduzir, reutilizar e reciclar: os três erres também se aplicam à moda! Comprar em brechós e transformar as roupas que já temos no closet são atitudes fundamentais para ajudar a transformar o consumo de moda um pouco mais sustentável. No bate-papo mediado por Henrique Cabral, um dos realizadores da Fashion Revolution, brechós e o conceito de upcycling serão debatidos entre convidados especializados no tema.

Das 20h15 às 21h15

As palestras de terça-feira acontecem na ISAE/FGV Curitiba (Av. Visc. de Guarapuava, 2943) e

tem inscrições gratuitas pelo link: https://goo.gl/VG151m 
A revolução na moda de todo dia

Mudar alguns hábitos nem sempre é uma tarefa fácil, ainda mais quando estamos lidando com consumo, não é? Os estilistas Alexandre Linhares e Tiffany falam sobre as pequenas mudanças do dia a dia que podem ajudar a tornar a moda uma indústria um pouco mais sustentável.

19h30

Hotel do Centro Europeu (Praça Gen. Osório, 61 – Centro)

Inscrições gratuitas em: http://bit.ly/2F1b60i 

 

Quarta-feira, 25/04

A moda e o tempo

A oficina de crochê com a estilista Caroline Bergamo trabalha a valorização do trabalho manual e do tempo para a produção de roupas, que é maior quando não se trabalha em regime de fast fashion.

14h

Centro Europeu Batel (Av. Benjamin Lins, 999)
Inscrição gratuita em: http://bit.ly/2HMPBDh 

Oficina de bordado manual

Aprenda a bordar enquanto fala sobre o espaço das mulheres no cenário cultural e no mercado da moda! Os instrutores fazem parte do Espaço Cultural Mulher, Trabalho e Memória da Livraria Vertov. As inscrições são gratuitas!

15h às 18h

Livraria Vertov (R. Visc. do Rio Branco, 835)

Inscrições: https://goo.gl/VG151m


A moda e o feito a mão

A estilista Francesca Cordova fala sobre a sua relação com a moda e sua marca em um bate-papo divertido sobre Moda e Tempo. Francesca também aborda os processos de criação de sua grife, que faz parte do segmento artwear.

19h30

Hotel do Centro Europeu (Praça Gen. Osório, 61 – Centro)

Incrições: http://bit.ly/2qNQu6v

 

Quinta-feira, 26/04

Banco de tecido

Aprenda sobre o ciclo do tecido na cadeia de produção têxtil e como evitar seu desperdício! Kamila Olstan, da Farrapo Upcycling, ensinará também como reaproveitar as suas roupas e manter seu estilo sempre em dia!

16h às 18h

Centro Europeu Batel (R. Benjamin Lins, 999)

Inscrições gratuitas em: http://bit.ly/2K2jAYu

Sustentabilidade e o mercado de moda

As profissionais do ramo da moda Andressa Dando Favorito, Kamila Olstan e Elle Piragine comandam um bate-papo sobre os desafios de tornar o mercado da moda mais sustentável, assim como discutem quais iniciativas o consumidor pode ajudar para pressionar a mudança de atitude de grandes marcas de fast fashion.

19h30

Hotel do Centro Europeu (Praça Gen. Osório, 61)

Inscrições gratuitas em: http://bit.ly/2vsIUnr

 

Sexta-feira, 27/04

Conheça quem faz: Joiarte

Uma das principais dificuldades das pequenas marcas é a de conquistar a intimidade e a confiança do público consumidor. Para mudar essa história o coletivo de moda Joiarte reúne seus estilistas e designers e abre as portas de seu processo criativo, contando ao público sobre a origem dos produtos que vende e como faz para criar suas peças.

11h ao 12h

Naddya Emmendoerfer – Conceito Criativo (R. Gonçalves Dias, 131 – Batel)

Inscrições gratuitas:  https://goo.gl/VG151m


Conheça quem faz: Espaço Moko

Seguindo a mesma proposta da Joiarte, o Espaço Moko – espaço colaborativo de moda, voltado para o investimento em causas sociais – reúne os criadores das marcas que o integram para contar sobre quem cria, confecciona e costura as roupas à venda no espaço. Também durante o bate-papo, rola uma exposição aberta na loja, para que o público não perca um detalhe sobre o Espaço Moko.

17h às 20 | edições realizadas também no sábado e no domingo

Espaço Moko (Shopping Estação)

Aberto ao público e sem necessidade de inscrição

 

Uma noite no museu

O que você sabe sobre as vestimentas e a cultura indígena? Na visita guiada pelo Museu da Arte Indígena, você fica sabendo sobre isso e muito mais! Além disso, rola uma palestra sobre Identidade Brasileira como forma de sustentabilidade na moda. Imperdível!

19h às 22h

MAI – Museu de Arte Indígena (Av. Água Verde, 1413)

Inscrições: https://goo.gl/VG151m 

Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

 

Sábado, 28/04

O futuro da moda através do passado

Venha falar sobre os rumos da moda em uma visita à exposição “Ásia: a Terra, os Homens, os Deuses”, através da observação da história de uma das civilizações mais antigas da humanidade! O foco da visita fica sobre as indumentárias expostas no museu.

Das 10h às 11h

Museu Oscar Niemeyer

Inscrições: https://goo.gl/VG151m 

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). A inscrição não vale como entrada ao museu.

Oficina colaborativa de ecobags

Aprenda noções básicas de costura em uma oficina colaborativa voltada à produção de ecobags! As bolsas serão produzidas com tecidos e sobras das confecções das marcas de moda da Casa 102, coletivo de criatividade de Curitiba.

Das 14h às 18h

Casa 102 (Al. Julia da Costa, 102)

Aberto ao público e sem necessidade de inscrição

Feira de troca

A economia circular é uma das alternativas para uma moda mais sustentável. Mas você conhece esse conceito? Ele consiste na circulação de roupas, sapatos e acessórios na sociedade. Seja por brechós, seja por feiras de troca ou até mesmo doação, o que importa é fazer as roupas circularem, para que o consumo de peças novas diminua um pouco, desacelerando a indústria como um todo. Para a feira de troca realizada na Livraria Vertov, cada participante poderá levar até itens de vestuário, incluindo sapatos e acessórios. A mediação fica por conta de Liege Monteiro, especialista em consumo consciente.

Das 15h às 20h

Livraria Vertova (R. Visc. do Rio Branco, 835)

Inscrição gratuita em: https://goo.gl/VG151m

Posts Relacionados

Onde ir em Curitiba: de show com ícones da MPB à p... Toquinho, Ivan Lins e MPB4 Neste sábado, os ícones da música brasileira Toquinho, Ivans Lins e MPB4 revivem meio século de estrada com o show “...
4 melhores perfis de casamento do Instagram Uma das maiores inseguranças da noiva continua sendo na hora de encontrar o vestido ideal. Se você está no início do processo pre-wedding, uma boa ide...
Itália, sempre Itália Nunca vou esquecer quando, aos 17 anos, caminhava em Roma pela Via dei Fori Imperiali (a rua que leva da Piazza Venezia ao Coliseu passando pelas ruín...

Viverno digital

Loading...