Como sua mente impede que você emagreça

Aprenda a desenvolver uma mente magra e a impedir a compulsão por comida

23 de janeiro de 2017 - Por: Redação

Comportamento_Como sua mente impede que voce perca peso 4

Você já fez várias dietas e sempre acaba desistindo porque não consegue emagrecer? Existe uma infinidade de fatores que faz as pessoas ganharem peso, mas se engana quem pensa que o psicológico não influencia nessa questão.  Antes de começar uma dieta, é importante avaliar sua saúde mental.

Segundo o psicólogo Akim Rohula Neto, quem sofre com depressão e ansiedade pode ter uma propensão maior para engordar. “Muitas pessoas reagem à tristeza comendo. Não é por fome, é uma reação a um momento de angústia, buscando preencher um vazio. Nesses casos a comida acaba se tornando uma espécie de “bengala” para quem busca apoio”, explica. Segundo o profissional, se você se sente ansioso, triste ou com raiva quando vai comer ou pensa em comida, é preciso ficar atento. “A alimentação deve ser prazerosa ou, no mínimo, um hábito. Se outras emoções estiverem surgindo é preciso procurar um profissional”.

 

COMO DESENVOLVER UMA MENTE MAGRA

Para Rohula, o maior problema de quem quer emagrecer é desenvolver uma “mente magra”. “Este processo envolve disciplina e, principalmente, conexão com o corpo. Com a vida moderna aprendemos a comer demais e negligenciar os sinais que nosso corpo nos envia”.

– Aprenda a interpretar os sinais que seu corpo envia e a obedecê-los

Pensar magro é um processo de autoconhecimento

– Aprenda como seu corpo reage à comida para desenvolver a manutenção do peso

 

COMO IMPEDIR A COMPULSÃO

A autossabotagem é uma das maiores armadilhas para quem quer emagrecer. “Muitas pessoas, quando se deparam com algo que querem muito comer, tendem a pensar que não há problema em comer só aquilo, e o “só hoje” se transforma em uma atitude constante”, explica o psicólogo. Confira técnicas para impedir a compulsão:

– Ao olhar para um bolo, é normal pensar no sabor e no prazer que ele dará, mas o ideal é começar a associar o sabor com as consequências de sua ingestão

– Aprender a pensar magro significa devolver à comida o status de alimento e tirar a carga emocional que não lhe pertence

– Se pergunte: “comer isso irá ajudar a resolver meu problema?”. Se a resposta for “não”, vem mais uma pergunta: “o que posso fazer para resolver essa questão?”. Dessa forma você desassocia o ato de comer da possível solução de seus problemas

– Entenda os gatilhos que o levam a comer para evitar o impulso

– Aprenda a perceber quando está comendo por ansiedade e não por fome

– Quando os resultados começarem a aparecer, você vai ganhar mais confiança e controle sobre suas atitudes

Posts Relacionados

Os desafios de empreender A empresária criou o Clube das Divas para valorizar as clientes que investem na autoestima. Foto: Mariana Barcellos Franqueada da Raphaella Booz e...
Maria Fernanda Cândido e o sucesso de Joyce Foto: João Miguel Júnior/TV Globo   Por: Michele Marreira Sinônimo de aristocracia e sempre disposta a intervir pensando no bem de seu clã ...
A história do Gaya Bem-Estar   A empresária Daniela Reis comemora 12 anos de sucesso com o Gaya Bem-Estar   Os indianos chamam a grande força que gera o Universo, respo...

Viverno digital

Loading...