O redescobridor da Rua 24 Horas

Conheça o jovem que “peitou” a desconfiança e ajudou a reerguer um dos principais pontos turísticos de Curitiba

8 de janeiro de 2019 - Por: Redação


Foto: Priscilla Fiedler

Foto: Priscilla Fiedler

 

 Inaugurada em 1991, a Rua 24 Horas foi a primeira “rua-galeria” a funcionar 24 horas por dia no Brasil. Rapidamente se transformou em um dos principais pontos turísticos de Curitiba, atraindo muitos turistas e curitibanos que queriam curtir o horário de funcionamento diferenciado e o belo projeto arquitetônico. Mas como nem tudo é perfeito, o espaço começou a enfrentar vários problemas, principalmente relacionados a segurança, e viu o público debandar.

Após ficar fechada por alguns anos, a Rua 24 Horas foi reaberta em 2011, já com um novo conceito: foco gastronômico. Nessa nova fase, o cartão postal curitibano ganhou o apoio de um jovem empresário batalhador e sonhador: Luiz Breda. Sócio do Grupo Bávaro, o curitibano, formado em Engenharia da Produção e especializado em Negócios, “peitou” a desconfiança e passou a administrar grande parte dos empreendimentos da rua: Bávaro, Pezzo, Prinzen, James Hill e Fresh Juice. As casas de Breda oferecem desde sanduíches até refeições mais trabalhadas, com receitas exclusivas.


Foto: Priscilla Fiedler

Foto: Priscilla Fiedler


“Encontramos na Rua 24 Horas um endereço com grande potencial de crescimento para diversas opções diferentes de restaurantes. Os variados públicos que frequentam o espaço permitem essa diversificação. São trabalhadores da região, famílias curitibanas em busca de lazer e, logicamente, turistas que admiram a beleza e a história do local. E aos poucos nós soubemos oferecer tudo o que eles precisavam”, comenta o empresário.

Além de ser responsável por cinco das quatorze operações do tradicional ponto turístico, o jovem de 33 anos movimenta o espaço com eventos exclusivos que têm chamado a atenção dos curitibanos, entre eles festivais gastronômicos, transmissões esportivas e shows musicais ao vivo. “Devido ao grande tempo fechada, a Rua 24 Horas saiu da agenda dos curitibanos e dos turistas durante muito tempo. Encontramos nos eventos uma maneira de divulgar o espaço e atrair o público para cá novamente”, comenta Breda. Nos últimos meses, o empresário promoveu dezenas de eventos gastronômicos na Rua 24 Horas, entre eles os festivais do Bacon, do Risoto e do Estrogonofe.


Foto: Priscilla Fiedler

Foto: Priscilla Fiedler


Para quem não frequenta a Rua 24 Horas há muito tempo, Luiz Breda pede um voto de confiança. “Sabemos que muitas coisas estavam erradas por aqui, mas tivemos a capacidade de corrigir tudo e oferecer um espaço de excelência, com foco principal na gastronomia. Aqui, os usuários encontram opções para todos os gostos e bolsos, além de uma infraestrutura linda, conhecida em todo mundo. Convidamos os curitibanos e os turistas para conhecer a nova Rua 24 Horas, um espaço com opções imperdíveis para todos os momentos do dia”, completa Breda.

Posts Relacionados

Leonardo Guedes, o hairstylist que caiu no gosto d... Quem entra no salão WCrystal logo imagina que a vida do proprietário é cheia de glamour e que alguém cuida dos negócios por ele. Ledo engano! Leonardo...
Para o alto e avante Foi a natação que estimulou a paixão de Joel Kriger por esportes. A convite de um amigo começou a caminhar e a subir montanhas ao redor do mundo. Nos ...
Trânsito seguro: só podia ser mulher Com pulso firme, Luiza Simonelli está à frente da Secretaria de Trânsito de Curitiba Mulher ao volante, perigo cons... Não, não é bem assim! Inúme...

Viver no digital

Loading...