Jean e sua escola de criatividade

A sua motivação diária é estar conectado e feliz e com as pessoas que ama

8 de dezembro de 2017 - Por: Redação

comportamento_bora viver jean

Fotos Pablo Contreras

Esta é a segunda da série de entrevistas com personalidades de Curitiba que contaram para gente um pouco sobre suas missões e o que fazem para se manterem motivados. E aí, qual a sua missão? é inspiradora e pode te ajudar a descobrir a sua.

Sou o JEAN SIGEL, papai da Giulia e da Giovanna, marido apaixonado pela Tati, curioso, contador de histórias, sonhador, andarilho, ligado à natureza, viajante, metido a escritor e cofundador da Escola de Criatividade.

Qual o seu propósito?

Ser autêntico com o que acredito. Ajudar pessoas, estar ao lado de minhas filhas e família e fazer o que gosto, mesmo sabendo que pra isso tenho que fazer o que não gosto também. Poder viajar e deixar minha contribuição de alguma forma para a sociedade e para o país.

Qual seu grande momento?

Quando realmente decidi seguir minha intuição. Ralei, errei, acertei, mudei. Abri e fechei empresas. Tomei decisões erradas e tantas outras certas. Mas lembro o dia em que tive a ideia de criar a Escola de Criatividade que foi um momento de insight, de intuição pura. A partir disso percebi que a intuição é pra ser seguida e não simplesmente negligenciada.

O que te motiva diariamente?

Poder ajudar pessoas de alguma forma é o que me motiva. Mas essencialmente o que me move é viver uma vida plena. Não é fácil e todo empreendedor sabe disso, que mergulhamos no propósito e muitas vezes deixamos o tempo passar. Viagens, compromissos, projetos, ideias e conquistas, não significam nada se não estivermos motivados e conectados com o que é mais importante: estar bem e feliz consigo e com as pessoas que amamos.

Segredos para se manter inabalável?

Manter-se inabalável por completo é muito difícil. Quase utópico. Mas acredito que inabalável deva ser sua autenticidade. Mesmo assim, não é fácil, pois os julgamentos podem ser pesados quando mostramos ser o que realmente somos. Acredito mesmo nessa história de você ser quem realmente você é e se importar menos com o que os outros pensam ou te julgam. Somos imperfeitos, e é justamente a imperfeição que fascina, que tempera e revela quem somos verdadeiramente. Talvez um outro truque seja se jogar mais, se sujar, pisar na poça, ser menos adulto e menos racional. Assim, quando nos permitirmos ser imperfeitos, somos mais reais.

Em 2018… a Escola de Criatividade vai realizar um manifesto para contribuir com a educação brasileira. Há 10 anos temos ajudado empresas e profissionais a encontrar seus caminhos para a  inovação a partir de suas próprias habilidades criativas. Queremos uma educação mais criativa, que valorize talentos, canais de expressão e diversidade de crianças e jovens brasileiros.

 

 

Posts Relacionados

Nem complicada demais, mas nem tão simples assim Numa coisa todos concordam: mulheres são complicadas e cheias de manias. Mas antes que você fique brava com a gente, é preciso dizer que é a psicóloga...
Luz, câmera, ação! Basta dar uma espiada nos itens que a arquiteta e proprietária da DUO Light & Design, Anna Paula Amaral, escolheu como essenciais para perceber qu...
A volta por cima Na hora das dificuldades a Psicologia ensina que a dor é inevitável, o sofrimento, opcional Por: Luís Fernando Carneiro Fotos: Fer Cesar A foto ac...

Viverno digital

Loading...