Marcelo e sua Babilônia gastronômica

Ele quer compartilhar sonhos e projetos para oferecer soluções que possam melhorar a vida das pessoas

10 de dezembro de 2017 - Por: Redação

comportamento_bora viver marcelo

Fotos Pablo Contreras

Esta é a quarta da série de entrevistas com personalidades de Curitiba que contaram para gente um pouco sobre suas missões e o que fazem para se manterem motivados. E aí, qual a sua missão? é inspiradora e pode te ajudar a descobrir a sua.

 

Sou MARCELO WOELLNER PEREIRA, amante da vida, sonhador, empreendedor, trabalhador, pessoa ligada à família e amigos, sócio do Grupo Babilônia.

Qual o seu propósito?

Meu propósito é criar e compartilhar sonhos e projetos, buscar e oferecer soluções que possam melhorar a vida das pessoas à minha volta. Há 22 anos empreendendo no setor de gastronomia corporativa e comercial, participei da criação de várias empresas e construímos muitas marcas com diferenciais competitivos nos segmentos que atuamos.

Qual seu grande momento?

Acredito que em nossa vida temos mais de um momento da virada e quem não se prepara não sobrevive. O meu momento mais importante foi renunciar um emprego em uma multinacional para apostar nos meus próprios projetos.

O que te motiva?

Continuar acreditando nos projetos e fazer a diferença. Saber que somos responsáveis por várias pessoas e várias famílias. Me motiva saber que formamos equipes de profissionais que, muito mais do que um ofício, fazem seu trabalho com paixão e brilho nos olhos.

Segredos para se manter inabalável?

Não acredito em alguém que se diz inabalável. Todos somos, de certa forma, vulneráveis e passíveis de sermos abalados. Temos nossas virtudes e fraquezas, podemos ser corajosos, audaciosos, mas temos que ter medo e respeito por fatores que não estão sob nosso controle. Importante ter autoconhecimento e inteligência emocional para reagir com equilíbrio sem se autossabotar.

Em 2018… quero falar para o maior número possível de pessoas que não podemos ficar parados,  chorando, lamentando a política e todas as mazelas consequentes da desfaçatez e da corrupção. Quero estimular a criatividade, incentivando e apoiando modelos diferentes de empreender, de gerar renda, associando pessoas de bem com uma nova visão.

 

Posts Relacionados

As sete vidas de Junior Durski À venda diariamente nas melhores feiras da cidade, o pastel do Tadashi é para Junior Durski "The best pastel in the world" (Foto: Fer Cesar)  ...
Cabeloterapia Eles estão sempre a postos para ouvir os segredos, enxugar as lágrimas, alisar os cabelos, dar aquela dose de ânimo e de tinta capazes de transformar ...
Você fala sobre ética com o seu filho? https://www.youtube.com/watch?v=8OQqbq0EUuw Convidamos alguns adolescentes para falar sobre situações que envolvem ética em seu cotidiano. Saiba po...

Viverno digital

Loading...