Mueller Ecodesign realiza transformação no Lar Infantil Sol Amigo

Ambientes foram transformados por 70 profissionais - arquitetos, designer e paisagistas

26 de novembro de 2018 - Por: Redação

Sala-Multiuso-Sandro-Percicotti-Andréa-Benthien-Silvia-Ferreira_Depois-1024x683

As 30 crianças que moram no Lar Infantil Sol Amigo (Lisa) receberam, na última terça-feira (20), as casas revitalizadas pelo projeto Mueller Ecodesign Social. Foram 585m² com 35 ambientes transformados deixando os espaços mais lúdicos, interativos e aconchegantes. A cerimônia de entrega contou com a participação de mais de 300 pessoas, dentre elas arquitetos, representantes de empresas parceiras e os moradores do Lar.

 O projeto escolheu a entidade por meio de votação popular, realizada em março deste ano. O espaço conta com três casas, um ambiente de convivência e jardim que foram reformados por 70 profissionais – arquitetos, designers, paisagistas e outros parceiros de 34 escritórios.

Quarto-Meninas-Helaine-Goes-Pinterich-Depois-1-1024x683

Segundo a presidente do Lar, Marta Ortiz, o projeto e os arquitetos demonstraram muita sensibilidade com as crianças. “Nós jamais teríamos a possibilidade de realizar as transformações que foram realizadas pelo projeto. Tudo foi acompanhado passo a passo e atentando-se aos detalhes que são muito peculiares do acolhimento das crianças”, agradece Marta. Além de abrigar os 30 jovens entre zero e 18 anos, moram, ainda, no Lisa, mais seis responsáveis e a instituição recebe diariamente voluntários.

Em todas as edições, o projeto foi coordenado pela arquiteta Rose Guazzi, especialista em arquitetura sustentável, que destaca o uso de, pelo menos, três sistemas com produtos reutilizados. “O pilar do projeto é o desenvolvimento sustentável, por isso foram reutilizados produtos como tecido, PVC e garrafa pet. Além disso, o banheiro contou com um sistema de controle de eficiência, que mostra a quantidade da água usada”, acrescenta.

Olga-Bergamini-e-Karin-Neitzke-Depois-1024x683

Esta é a 5º edição do projeto voltado para a assistência social e o 11º ano do Mueller Ecodesign. A superintendente do Shopping Mueller, Daniela Baruch, relata que o projeto já recebeu prêmios nacionais e internacionais, como o prêmio Abrasce, maior reconhecimento nacional do segmento de shoppings, por proporcionar uma transformação física e social em instituições. “Ao tornar-se um projeto social, conseguimos devolver um pouco para a sociedade do que ela nos proporcionou nos 35 anos de shopping. E o melhor, com a ajuda de pessoas e empresas que queriam colaborar e fazer a diferença na vida das crianças” acrescenta.

Sala-de-jantar-da-Beth-Egas-Depois-2-1024x683

 

Outros anos

        Construído a partir da Mostra Mueller Ecodesign, iniciada em 2008, que durante seis anos projetou ambientes assinados por profissionais de arquitetura e design de interiores, o Projeto Mueller Ecodesign Social surgiu através do mesmo pilar: a sustentabilidade. A principal proposta, quando foi criado o projeto, era de levar a exposição do Shopping Mueller para espaços reais, amparando diretamente o público. Em todas as edições, a proposta sempre foi a mesma: a de alcançar os jovens, beneficiando-os diretamente com as melhorias realizadas no local onde frequentam.

       Em sua primeira edição, em 2014, o projeto atendeu a Casa do Piá 1, já a segunda edição, em 2015, contemplou a Casa das Meninas do Novo Mundo. A terceira edição do projeto, reformou o Portal do Futuro do Bairro Novo, e a quarta edição revitalizou o Lar Batista Esperança, as quatro instituições curitibanas. Na edição de 2018, os coordenadores técnicos convidados pelo Shopping Mueller, continuam sendo a arquiteta Rose Guazzi e o arquiteto e paisagista Marcelo Calixto.

Posts Relacionados

Sem fronteiras Convidamos o estilista Jefferson Kulig para nos contar oito coisas que, estando na moda ou não, não vive sem. Confira! Ele caminha com desenvoltura p...
Tech Ladies, a tecnologia feita por elas   "Sempre enfrentei dificuldade na área. Nos grupos de tecnologia, 99,9% eram compostos por homens e a outra porcentagem era eu. Com base ...
Giusy quer pintar o mundo Fotos Pablo Contreras Esta é a terceira da série de entrevistas com personalidades de Curitiba que contaram para gente um pouco sobre suas missões...

Viver no digital

Loading...