Os desafios de empreender

Solange Emerick, franqueada da Raphaella Booz em Curitiba, fala sobre como é investir na moda

4 de março de 2017 - Por: Redação


entrevista_moda Solange Emerick

A empresária criou o Clube das Divas para valorizar as clientes que investem na autoestima. Foto: Mariana Barcellos

Franqueada da Raphaella Booz em Curitiba, Solange Emerick fala sobre os desafios de empreender e sobre como as mulheres precisam dedicar mais tempo a si mesmas

 

Empreender é um grande desafio para as mulheres?

Com certeza. Culturalmente os homens sempre foram os provedores e agora as mulheres também assumem esse papel. Temos diversos papéis que exercemos e que demandam cuidados e atenção. Além de cuidar da empresa, precisamos nos dedicar aos relacionamentos com os  filhos, companheiro, amigos, família, e devemos estar sempre bem e saudáveis. É preciso conciliar tudo isso e ainda ter tempo para a beleza, autoestima e saúde.

 

Isso acontece, o problema é a sensação de que algo deixou de ser feito…

Verdade, a impressão que tenho é de que mulher é sinônimo de culpa. Estamos sempre preocupadas porque não conseguimos ser mais, não conseguimos oferecer mais. Eu sempre procuro pensar nisso de forma muito prática. O famoso tempo de qualidade é fundamental para que a gente não se sinta culpada em nossos relacionamentos. Com meu filho, por exemplo, eu tento fazer com que cada momento seja especial. Não adianta ficar o tempo todo em casa, mas estar no celular ou em frente à TV.

 

Outro grande desafio atual é se especializar, manter-se antenada com o que está acontecendo. Como você cuida disso?

Eu sempre estou procurando novas possibilidades. Estou fazendo um curso com outros empresários no qual a meta é me conhecer melhor cada vez mais, conhecer o meu negócio e aplicar ferramentas aprendidas para que eu consiga fazer com que a empresa funcione de uma forma tão eficiente que não depende exclusivamente o tempo todo da minha presença e que eu possa alçar voos maiores e ter resultados do tamanho que sonhei um dia! Ou seja: ser do tamanho que meu sonho é, grande.

 

Os empreendedores têm essa tendência a se “escravizar”?

Sim. Um dos primeiros pontos que discutimos é a questão de que estamos o tempo todo envolvidos com problemas e não temos tempo para cuidar de nós mesmos. Por isso é preciso estar sempre atentos.

 

Há quatro anos você trouxe a marca Raphaella Booz para Curitiba. Como foi essa experiência?

Muito positiva, eu acredito muito na alegria e no despojamento da marca. Os produtos têm uma pegada de moda, mas também têm tradição e preocupação com qualidade. A partir do momento em que você acredita no que vende, você se entrega, as pessoas reconhecem essa verdade e tudo funciona muito bem. Para você ter uma ideia eu não tenho um sapato que não seja Raphaella Booz. É uma marca que eu conheço profundamente e sei a preocupação com qualidade, com humanização.

 

Eu sempre estou procurando novas possibilidades. Estou fazendo um curso com outros empresários no qual a meta é me conhecer melhor cada vez mais, conhecer o meu negócio e aplicar ferramentas aprendidas para que eu consiga fazer com que a empresa funcione de uma forma eficiente

 

Como é investir na moda em tempos difíceis?

Eu sempre digo que não vendo apenas sapatos, bolsas e acessórios. Eu ofereço experiências de compra e principalmente ofereço às minhas clientes a possibilidade de aumentarem sua autoestima.

 

Essa é a essência do Clube das Divas?

Sim, minhas principais clientes fazem parte de um grupo no qual ofereço promoções especiais e eventos exclusivos como uma forma de premiá-las por manterem uma atitude corajosa e otimista. Para mim, mulheres que desempenham esses múltiplos papéis e ainda conseguem dedicar um tempo para si mesmas, para se cuidarem, para serem felizes, são as verdadeiras divas.

 

E como funciona?

Os momentos que oferecemos e que estamos juntas é justamente para que elas se coloquem pelo menos por algumas horas em primeiro lugar. Tentamos resgatar em todos os detalhes a importância de que precisamos nos amar. Se você não for feliz não vai conseguir fazer ninguém feliz. Tudo acontece de dentro para fora. Beleza, principalmente, vem de dentro.

Posts Relacionados

5 dicas para melhorar a vida a dois Sexo é bom e todos querem, não é? Mas quando o desejo diminui é preciso fazer alguma coisa para que a relação volte a pegar fogo. Claro que é normal o...
Aprenda a brincar e entre no universo do seu filho Para Mariana, mãe de Caliel, a brincadeira é uma troca e ajuda a esquecer do estresse diário (Fotos: Mariana Barcellos)   Por que é tão di...
Cleo Pires é uma deusa (quase) em extinção Por Michele Marreira   (Foto: Ramón Vasconcelos)   Ela é, sem dúvida, umas das mulheres mais desejadas e admiradas dessa nova g...

Viverno digital

Loading...