Qual o vinho de altitude certo para cada prato?

Saiba com escolher o vinho que melhor harmoniza com a sua refeição

18 de agosto de 2016 - Por: Thaynara Oliveira

Gourmet_Villaggio Bassetti

Na hora de preparar um almoço ou jantar especial um bom vinho é sempre a melhor opção, porém sempre bate aquela dúvida: qual vinho escolher? O tipo da uva geralmente é o que vai indicar a melhor harmonização para o vinho, no entanto outros fatores podem influenciar na escolha. “A incidência de luz solar nos cachos e nas folhas, por exemplo, proporciona uma completa maturação das uvas, o que só acontece em regiões de altitude”, explica José Eduardo Pioli Bassetti, co-fundador da Vinícola Villaggio Bassetti, localizada em São Joaquim, Santa Catarina.

Os vinhos de altitude são aqueles produzidos locais onde faz muito frio no inverno e têm grande amplitude térmica no verão. Em São Joaquim e outras cidades da serra catarinense essa diferença de temperatura pode ultrapassar os 20oC. O especialista esclarece que “o clima seco diminui a incidência de doenças, principalmente as originadas por fungos, permitindo que a maturação se complete sem a necessidade de tratamentos com produtos agrotóxicos ou orgânicos”. Outro efeito da altitude é que, mesmo com uvas bem maduras, a acidez é elevada. “A acidez é um fator importantíssimo no tripé acidez-álcool-estrutura, contribuindo para a excelente aceitação destes vinhos”, destaca José Eduardo.

Se você quer conhecer um vinho de altitude, mas não sabe com que tipo de prato eles combinam, confira as dicas do especialista:

Rosé: É um vinho leve com aromas delicados. A suavidade da uva Pinot Noir, aliada à acidez do Merlot torna a bebida ideal para acompanhar frutos do mar.

Sauvignon Blanc: a altitude proporciona perfeita maturação da uva Sauvignon Blanc, mantendo a acidez típica desse vinho branco. Experimente com ensopados de frutos do mar, moqueca, vatapá e outros peixes, tanto de rio quanto do mar.

Donna Enny: também é feito com a uva Sauvignon Blanc, porém a fermentação em barricas de carvalho lhe oferece perfeita harmonia com bacalhau, haddock e outros peixes defumados ou salgados. Carnes brancas também combinam com este vinho branco encorpado.

Montepioli: é a perfeita combinação entre as uvas Cabernet Sauvignon e Merlot. Vai bem com carnes de gado e ovelha, tanto grelhadas quanto com molhos. Massas com molhos cremosos também fazem um bom acompanhamento.

Primiero: este Cabernet Sauvignon fermentado em barricas de 400 litros por dois anos possui elegância para acompanhar carnes nobres mal passadas e carnes de caça.

 

 

VILLAGGIO BASSETTI VINHOS DE ALTITUDE

(48) 9161 6333 | (49) 9182 8862

São Joaquim | SC

Posts Relacionados

Hóteis para comer feijoada em Curitiba Mabu Foto: Naideron Jr   São seis opções, com um  ingrediente original da feijoada: calabresa, miúdos, paio, lombo defumado, costelinha...
Gabriela Carvalho: “Dá para ser feliz comend... Fotos: Mariana Barcellos   Quem passa pela Avenida Batel nem imagina o que é possível encontrar no número 1440. Em meio a prédios, carros ...
Penne integral com tomate e aliche APRESENTA Fácil e prática, esta receita de penne integral é uma boa pedida para quem ama massa. Confira o passo a passo e corre preparar! &n...

Viverno digital

Loading...