Moda 2018: conheça as principais tendências

Novas cores, texturas e comportamentos entram em cena, enquanto peças queridinhas e velhos hábitos se despedem

10 de janeiro de 2018 - Por: Redação

ultra-violet-desfiles Ok

O ano de 2018 nem começou, mas promete novos ares para a moda. A começar pelas cores que prometem invadir as prateleiras já nas próximas coleções: o Ultra Violet foi eleito a cor do ano pela Pantone, o que significa que peças com tons de violeta, lilás e berinjela vão estar por toda a parte nos looks das fashionistas. No entanto, não só de Ultra Violet se faz a moda da próxima temporada: “Verde folha, azul celeste, amarelo e vermelho tomate são outras cores apontadas pela Pantone que também estarão em alta”, diz a estilista Cris Costa. O segredo para adaptar esses tons aos looks do dia a dia está na moderação: “Sugiro usar peças de qualidade com design minimalista e tons neutros para compor com estas cores tendências, o que garante elegância e personalidade à produção”, diz.

As transformações não param nas cores: segundo Cris Costa, muitas peças que foram nossas queridinhas em 2017 ficam de lado. “Ombros de fora, chokers, jaqueta bomber e sapatos brancos são tendências que estarão em baixa em 2018”. Por outro lado, outros estilos emergem e prometem dominar os looks nas próximas temporadas: “Algumas tendências do início dos anos 2000 estarão de volta: cintura baixa, babados, tons pastéis e conjuntos estão com tudo”, diz. Para looks de trabalho, a estilista aposta na volta de saias lápis e shorts de alfaiataria.

Algumas texturas e materiais voltaram a chamar a atenção durante as últimas semanas de moda, o que significa que logo mais logo menos, elas estarão por toda a parte: “Plásticos para trench coats, botas e vestidos prometem vir com tudo. As franjas de vários tipos em jaquetas e calçados estão de volta, assim como os cetins, crepes, bordados, paetês, cristais, e até mesmo o patchwork”, afirma.

Com tantas novidades circulando por aí, fica difícil resistir à tentação de querer comprar tudo sem saber como usar, não é mesmo? Para a estilista, o segredo é ir com calma: “Nós da CRISCOSTA COUTURE apostamos numa moda mais democrática e consciente. Invista em peças curingas e se precisar comprar alguma coisa, priorize peças de qualidade e atemporais.  Vivemos uma fase que vale tudo, desde que usado com elegância e personalidade, dentro do seu gosto e das suas preferências”.

Mudança de comportamento 

Uma grande tendência para 2018 é a mudança nos hábitos do consumidor que se iniciou em 2017, mas que tem tudo para se desenvolver ainda mais nos próximos meses: “Com a crise as pessoas diminuíram as compras no exterior e passaram a olhar com outros olhos o que temos de precioso e exclusivo na nossa cidade”, diz a estilista. “Acho que 2018 será um ano de muita consciência e criatividade, tanto para quem cria, quanto para quem consome. O público está mais exigente, então nós, designers, temos que ser ainda mais criativos para atender a essa nova demanda”, finaliza.

 

 

Posts Relacionados

Panelinha Foram oito meses de aula, todas as terças e quintas no Centro Europeu. Das técnicas de cortes de verduras, carnes e peixes à elaboração de pratos sofi...
Comidinha saudável Acaba de chegar ao Champagnat mais uma unidade da Vida Leve, a empresa curitibana que oferece um cardápio saudável com refeições congeladas. São 100 o...
Na moda do Outubro Rosa Que tal entrar na onda do Outubro Rosa também na moda? Você pode levantar a bandeira da campanha, que alerta para a importância da prevenção e do ...

Viverno digital

Loading...