Moda sem perder o lado criança

Dicas práticas para escolher looks bonitos, confortáveis e muito estilosos para os pequenos

22 de agosto de 2017 - Por: Redação

Crescidinhos_Moda sem perder o lado criança_pequena

Foto: Gus Wanderley

Que mãe nunca ficou com dúvida na hora de vestir seus filhos? São tantas opções que quando entramos em lojas infantis queremos comprar tudo, não é? Mas é importante que seu pequeno se vista como criança e não perca o lado lúdico. Confira as dicas da estilista e produtora de moda especializada no universo infantil, Michelle Gazabin.

Conforto e praticidade

Antes de comprar uma roupa para o seu filho, pergunte-se onde e como ele vai usar. A resposta certamente virá com uma imagem dele pulando, brincando e se divertindo. E é disso que ele precisa! De conforto e praticidade.

Liberdade

Deixe-o ser autoral na hora de se vestir. Ainda que o desejo de “ser grande” seja recorrente, o universo infantil se encarrega de tornar o armário leve e feliz. Eles vão adorar se sentir independentes. Mas lembre-se: é nosso papel permitir que continuem crianças.

Influências

Entenda os desejos e as necessidades dos pimpolhos e fique atenta à forma como a mídia os influencia. Afinal, estarem expostos às informações do mundo tecnológico cria novas vontades.

Sem exageros

Existem diversos produtos temáticos que agradam aos pequenos. E, sim, eles podem usá-los no dia a dia, no parque, ou em qualquer lugar, afinal, são crianças. Mas tenha cuidado com os exageros. Materiais não apropriados podem causar desconforto.

De mãe para filha

Nós, mães, somos grandes inspirações para nossos filhos. Tanto na maneira de se vestir como nas decisões de compra e desejos materiais. Encontre uma forma de ser inspiração sem forçar a adultização, permitindo que as crianças continuem em seu universo. Ao optar pela tendência “de mãe para filha”, fique atenta!

Universo de cores

Quais são as cores preferidas da criança? Deixe-a escolher e experimentar! Desde tons, texturas, formas e funcionalidades. Isso estimula a criatividade e a infantilização. Crianças não precisam seguir tendências!

Posts Relacionados

Caixa Cultural oferece oficina de arte gratuita pa... Buscando incentivar a imaginação das crianças, a companhia Maracujá Laboratório de Artes promove a oficina Boneco de restos, na CAIXA Cultural. Inspir...
Vamos falar sobre maternidade e infância? Acontece de 25 a 29 de setembro o Acolhe-conexões maternas, evento que trará profissionais de diversas áreas para falar com gestantes, mães, pais ...
Feriado divertido     Além da praia deslumbrante e da aventura em um safari com 500 animais, quem for passar esse feriado de Corpus Christi no Porto...

Viverno digital

Loading...