Como ter uma gravidez sem problemas de circulação

Conheça os cuidados necessários para manter seu sistema circulatório em dia durante a gravidez

17 de janeiro de 2017 - Por: Redação

Gestantes_circulacao_destaque

Anticoncepcional, gestação, reposição hormonal… Você conhece esta rotina? Ela faz parte da vida de praticamente todas as mulheres. Só que tanto hormônio assim pode causar problemas graves ao sistema circulatório feminino. Por isso, ao planejar uma gravidez, ou ao descobrir-se grávida, a futura mamãe precisa redobrar os cuidados com o seu corpo para não colocar em risco sua beleza, sua saúde e, em casos avançados, até mesmo sua vida e a do bebê.

 

De olho nos hormônios

O anticoncepcional contém em sua fórmula hormônios que dilatam e enfraquecem a parede das veias, podendo provocar alterações no sistema circulatório e causar varizes, principalmente em pacientes com predisposição a elas. Dr. Cristiano Schmitt, cirurgião vascular do Angiocentro, aponta que alguns casos ainda podem evoluir para a trombose, doença grave caracterizada pela formação de um coágulo no interior das veias da perna.

Mesmo diante dos riscos, o especialista avisa que “a decisão de suspender ou manter o anticoncepcional deve ser tomada em conjunto com o ginecologista, que é o profissional apropriado para a finalidade”, sendo que o acompanhamento sistemático de um cirurgião vascular se faz necessário quando o paciente apresenta sintomas referentes à circulação sanguínea.

 

Durante a gravidez

As chances de uma mulher desenvolver trombose durante a gestação são até cinco vezes superiores às de uma não gestante, mesmo passadas seis semanas do parto. Por isso, médicos obstetras indicam às suas pacientes uma avaliação vascular, capaz de apontar, segundo Dr. Cristiano, a presença de refluxo fisiológico ou varizes agravadas pela gravidez. “A fim de minimizar ao máximo as chances de trombose nesta fase, também orientamos a paciente quanto ao momento do parto e ao período posterior a ele”, afirma.

 

A receita para evitar os agravantes, para mulheres em qualquer fase da vida, é a mesma: praticar atividades físicas leves, que estimulem a circulação sanguínea. Quanto às gestantes, a dica é usar meias elásticas a partir do terceiro mês de gravidez e manter o uso até dois meses após o parto ou até o final da amamentação. Repousar com as pernas para cima e dormir virada para o lado esquerdo ajuda a reduzir a pressão nas veias e facilita o retorno do sangue.

Agora, se você está pensando em recorrer a remédios, preste atenção ao alerta do Dr. Cristiano: “O uso de medicação flebotônica somente deve ser realizado com acompanhamento do especialista da área e é de suma importância realizá-lo com cuidado, pois pode causar, nos primeiros três meses, a má formação do feto.”

 

Varizes de grávidas

Em grande parte dos casos das varizes de grávidas de primeira viagem, o corpo da nova mamãe volta ao normal poucos meses após o parto. Porém, a partir da segunda gestação, o quadro se torna cada vez menos reversível. Seja qual for o seu caso, Dr. Cristiano Schmitt indica que, com o nascimento do bebê, a mãe visite um cirurgião vascular para realizar uma avaliação de seu sistema circulatório e também um ecoDoppler colorido venoso, que analisa o fluxo do sangue nas veias. A partir dos resultados deste teste, especialista optará, juntamente com a paciente, por procedimentos que poder ir de uma orientação simples a uma cirurgia.

Portanto, se você está pensando em aumentar a família, procure um especialista em angiologia para tirar suas dúvidas e deixar este momento tão especial da sua vida ainda mais perfeito.

 

CRISTIANO SCHMITT

Angiocentro Curitiba 

Rua Padre Anchieta, 2310, Sala 31

Champagnat | (41) 3092-9699

 

Posts Relacionados

O nariz do meu filho sangrou: e agora?   Ter sangramento no nariz é uma experiência pela qual muitas pessoas já passaram. A situação é incômoda e por vezes preocupa os pais. Mai...
Como guardar os brinquedos das crianças de forma c... Para evitar toda aquela bagunça e brinquedos espalhados pelo quarto do seu pequeno, não tem nada melhor do que ter um lugar certo para guardá-los. E q...
Volta às aulas: como montar a lancheira ideal Com a volta às aulas fica mais difícil controlar o que os filhos comem e garantir que eles estão se alimentando com todos os nutrientes que precisam. ...

Viverno digital

Loading...