Fazer o bebê dormir enquanto mama causa cáries?

22 de maio de 2018 - Por: Redação

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Mamãe e papai, sabiam que vocês são responsáveis pelas cáries do seu pequeno pelo simples fato de criar um hábito que é um dos maiores causadores de cáries? Muitas associações criadas para fazer o bebê relaxar e adormecer, como o ato de fazê-lo dormir enquanto mama não é bom para a saúde bucal do seu filhote.

A criação de um ritual nos primeiros três meses de vida pode ser difícil, isso é certo. Afinal, o bebê repete o próprio ritual entre as mamadas, sono e a troca de fralda. Por isso, deixar que ele durma mamando pode criar um péssimo hábito de sono, pois ele não vai aprender a dormir de forma correta.

A associação que os bebês fazem para adormecer, ligando a amamentação ao sono é muito comum e vem do hábito adquirido ainda como recém-nascido, quando eles se cansam enquanto mamam e dormem. No entanto, é importante diferenciar um bebê recém-nascido ou com poucos meses de vida de bebês maiores. O pequeno dorme a maior parte do tempo e provavelmente dormirá a maior parte das mamadas. Esses bebês ainda são imaturos, começam a mamar e se cansam, além do fato de o corpo em contato com a mãe os acalmarem. Eles dormem, acordam, sugam, descansam e em algumas situações precisam ser acordados para completar a mamada.

Já um bebê maior, que já interage e dorme menos, especialmente durante o dia, já pode mamar, escovar os dentinhos e ser aconchegado para dormir. Eles precisarão da mãe ou do pai para auxiliá-los com embalo, conversa ou canto, mas não precisam dormir sugando.

A cárie precoce na infância surge quando a criança tem o hábito de mamar durante a noite sem fazer a higiene bucal adequada. Entenda que no período noturno, a saliva diminui, reduzindo também a proteção natural e limpeza que ela exerce sobre os dentes. E isso é uma oportunidade e tanto para que as bactérias utilizem o açúcar do leite para produzir ácidos que destroem o esmalte do dente.

A importância de limpar corretamente os dentes do pequeno após a última mamada está no fato de que a cárie precoce na infância é uma doença de evolução rápida e muito dolorosa para os pequenos, podendo se instalar de forma imperceptível para os papais.

A criança tem seus cuidados e valores recebidos no núcleo familiar. Desse modo, como adultos, devemos modificar os fatores de risco para que a doença cárie não se desenvolva. A prevenção é barata, mas requer esforços de toda a família, que nem sempre tem conhecimento sobre as repercussões que ela pode causar.

Quando nos deparamos com um costume, um hábito ou um comportamento aprendido e muito utilizado por nós, temos dificuldade em modificá-lo. Imagine as crianças? Muitas coisas a gente faz sem nem saber o porquê e segue pelo pensamento automatizado.

 


LILIANA TEMPORÃO

Rua Padre Anchieta, 2050, Sala 605 | Champagnat

(41) 3335-4388

 

Posts Relacionados

Especial Mães – Amor que não se mede #8 De: Fabi Para: Ivonete "Mãe, a primeira lembrança sua que me vem a cabeça é de você penteando meus longos cabelos, antes de me levar para a escola. Lá...
Xiquita: tudo em um só lugar   A chegada do bebê é um momento especial na vida de qualquer família e requer atenção redobrada em todos os detalhes que envolvem os prep...
Água é essencial para o desenvolvimento saudável d... Você sabia que a composição corporal do corpo de um bebê chega a 78% de água nos seus primeiros dias de vida e de 65 a 70% nos seus primeiros meses? P...

Viverno digital

Loading...