Se arrependeu? Saiba tudo sobre remoção de tatuagem

Dermatologista tira dúvidas sobre esse procedimento e explica quem pode fazer

28 de março de 2017 - Por: Redação

Beleza_remocao de tatuagem

Quem não tem um namorado, uma amiga e até mesmo um parente que fez uma tatuagem e se arrependeu? Seja por um erro na execução do desenho ou até mesmo por enjoar, a remoção da tatuagem é a solução!

O avanço da tecnologia e aumento da procura tornaram o procedimento mais acessível. Listamos as principais questões sobre o tema com a Dr. Maria Frantzezo, da clínica MKDerma  para você tirar suas dúvidas e renovar sua pele! Confira.

 

COMO A REMOÇÃO É FEITA?

Na remoção da tatuagem são utilizados diferentes tipos de laser, cada um específico para um tipo de pigmento. “Existem alguns pigmentos que saem com mais facilidade como os da cor preta e azul, na maioria das vezes com remoção completa. Já as tatuagens na cor verde, vermelha e amarela, por exemplo, na maioria dos casos conseguimos remover parcialmente apenas esta pigmentação”, esclarece a dermatologista.

 

QUEM PODE FAZER?

“Depende do caso”, alerta Dr. Maria. “Em algumas situações, como tatuagem completa nas costas eu recomendo o paciente a não realizar o procedimento, pois a remoção pode não ser completa”. Nestes casos a dica é escolher um desenho pequeno e de preferência na cor preta, sem muitos pigmentos. “No caso de arrependimento, ainda é possível corrigir”, reforça.

 

É DEMORADO?

São necessárias várias sessões, no geral em torno de oito, podendo chegar a vinte sessões. “O número depende da pigmentação e do tamanho da tatuagem. A remoção acontece pela corrente sanguínea, pelos vasos linfáticos (eliminação da urina) e pela via transdérmica (local da tatuagem). A regulagem destes canais leva em torno de 45 dias, por isso é necessário um espaço de 45 a 60 dias entre uma sessão e outra”.

 

DÓI UM POUCO

“Podemos dizer que dói, sim. O laser é atraído pelo pigmento, então quanto maior o desenho e mais pigmento, maior é a absorção do laser e, consequentemente do calor, gerando o desconforto”, fala a Dr. Maria.

 

A REMOÇÃO CAUSA ALGUM DANO?

A especialista explica também que dependendo do processo de cicatrização de cada paciente pode acontecer alguma alteração na textura da pele. “Caso isso aconteça, é necessária a realização de outro procedimento com o uso de laser fracionado para diminuir o aspecto rugoso”.

 

CUIDADOS COM O PÓS-PROCEDIMENTO

São recomendados os mesmos produtos utilizados no cuidado pós-tatuagem, como cremes e pomadas cicatrizantes e até mesmo antibióticos. Também é proibido banho de sol, principalmente entre uma sessão e outra para não diminuir o efeito do laser.

 

TIRA TAMBÉM A MAQUIAGEM DEFINITIVA

“O tratamento é realizado também para a remoção de maquiagem definitiva, que é uma espécie de tatuagem. O procedimento é mais simples, uma vez que é utilizado menos pigmento e a remoção acontece em até cinco sessões. A procura tem sido cada vez maior e muitas vezes as pessoas não querem remover completamente, apenas clarear para fazer outra em cima”.

 

beleza_dermatologia DR MKderma

DRA. MARIA FRANTZEZO
Rua Padre Anchieta, 2050, Cj 1707
Batel | (41) 3335-3488
mkderma.com.br

 


Viver no digital

Loading...