Roteiros para relaxar pertinho de Curitiba

Dê uma pausa na vida corrida e passe alguns momentos descontraídos ao ar livre

28 de setembro de 2016 - Por: Angélica Mujahed


Que tal dar uma pausa na vida corrida e passar alguns momentos relaxantes ao ar livre com amigos ou a família? Afinal, contato com plantas e animais melhoram o humor e até mesmo a saúde. Separamos dicas de roteiros para relaxar perto de Curitiba e outras sugestões para quem quer se estender mais de um dia.

 

MORRO DOS PERDIDOS

diversão_relax time Morro dos Perdidos_Pablo Contreras 2

O Morro dos Perdidos em Tijucas do Sul é a dica da jornalista Laura para o relax time. Foto: Pablo Contreras

 

A dica da jornalista Laura Sliva é o Morro dos Perdidos em Tijucas do Sul, que fica entre Curitiba e Joinville. Inicie o trajeto de subida de carro e escolha: siga sempre em frente até o morro, ou dê uma parada na cachoeira para se refrescar. É lindíssima! A trilha é para iniciantes e demora cerca de 40 minutos. É preciso levar água e lanche, pois não há onde comer por perto. Se quiser ver o pôr do sol lá de cima, a jornalista indica se agasalhar bastante. “Aproveite a vista! Garanto que você voltará outra pessoa”, diz Laura.

Como chegar? Pegue a BR-376 sentido Santa Catarina, passe um pedágio e, logo após passar a entrada para o Morro Araçatuba, pegue a próxima estrada à direita, antes do posto policial. Você chegará a uma fazenda onde cobrarão uma entrada de R$ 10 por pessoa.

 

diversão_relax time Morro dos Perdidos_ CRÉDITO Pablo Contreras

A vista belíssima do Morro dos Perdidos. Foto: Pablo Contreras

 

 

CACHOEIRA DA MARIQUINHA

diversão_relax time Cachoeira 4

A zootecnista Rosselle indica o passeio, inclusive com crianças. Ao final do roteiro, tem até café colonial

 

A zootecnista e trilheira Rosselle Dall’Stella destaca o Buraco do Padre e Cachoeira da Mariquinha nos Campos Gerais, a 100 km da capital paranaense, dois passeios que podem ser feitos com crianças. Para chegar à Furna do Buraco do Padre é preciso percorrer uma trilha de 1 km a pé, e lá é cobrada uma taxa de R$ 10 por pessoa para entrar, sendo que o parque tem estacionamento e estrutura de vestiários e banheiros. Já a Cachoeira da Mariquinha, que fica a cerca de 15 km da Furna, é uma cascata de 30 metros de altura. No percurso de acesso, a trilha é ladeada por formações de arenito e capões de mata nativa.

“A época mais frequentada do ano é no verão, quando é possível tomar banho de cachoeira. Recomendo visitar em um domingo, saindo cedinho de Curitiba para poder aproveitar os dois atrativos. Nos locais não existem lanchonetes, então é preciso levar alimentos e bebidas”, afirma Rosselle. Para finalizar o passeio, a dica da trilheira é o café colonial Kaffe-Lock na estrada de acesso ao Buraco do Padre.

Como chegar? Pegue a BR-376, sentido Ponta Grossa e no km 506 acesse a PR-513. São 11 km em estrada não pavimentada, porém de boa qualidade.

 

diversão_relax time Cachoeira

Diversão garantida na Cachoeira da Mariquinha

 

 

PASSEIOS PERTINHO DE CURITIBA

 

Morro do Canal

Para quem está em boa forma física, esta trilha fica em Piraquara e faz parte da Serra do Marumbi. Ela tem dificuldade média e dura cerca de uma hora e meia. A altura? 1370 metros e uma bela vista! Porém, esse não é um passeio para fazer com os pequenos, pois apresenta grampos, cordas e correntes.

Morro do Anhangava

Outra opção para quem quer curtir uma trilha perto da capital é o Morro do Anhangava, que fica em Quatro Barras, cerca de 33 km de Curitiba. Contém trechos de escalada e de caminhada, portanto também não é indicado para crianças, mas é outro local com belíssima vista.

Morro do Cal

Mas se você não está tão acostumado com trilhas e quer começar a fazer, a dica é o Morro do Cal, que fica em Campo Largo. O passeio é mais leve e é possível chegar ao topo em uma hora. Além da linda paisagem, a trilha não tem desafios técnicos, só de resistência.

Pico Itapiroca

Esta é a quinta montanha mais alta da Região Sul, com 1805 metros de altura, e fica entre Antonina e Campina Grande do Sul. Para chegar até lá em cima a caminhada dura cerca de três horas e do alto é possível ver toda a Serra do Ibitiraquire, onde fica o Pico Paraná.

 

PASSEIOS PARA MAIS DE UM DIA 

Cânion Guartelá

Entre Castro e Tibagi fica o cânion mais longo do Brasil, o Guartelá. Tem um tempinho a mais para fazer uma viagem e entrar em contato com a natureza? Lá é um ótimo local para passar o dia com amigos e família, fazendo caminhadas por trilhas, observando a flora e fauna dos Campos Gerais e ainda tomar banho de rio.

Pico Agudo

Com altitude de pouco mais de 1.100 metros, este Pico fica no Vale do Rio Tibagi em Sapopema, no norte do Paraná. Não é preciso conhecer técnicas de montanhismo ou escalada para chegar ao topo, mas a caminhada dura cerca de duas horas. À noite o céu é um espetáculo à parte e pela manhã as nuvens ficam abaixo do pico, deixando tudo branco.

 

Quer se aventurar?

Algumas recomendações da trilheira Rosselle Dall’Stella para quem quer fazer trilhas ou ir a montanhas:

– Não vá sozinho. Esteja acompanhado de alguém que conhece o local ou contrate um guia

– Pesquise sobre o lugar antes de ir

– Tenha equipamentos adequados

– Leve o celular e certifique-se de que ele esteja carregado

– Tenha sempre uma lanterna na mochila

– Use roupas e calçados apropriados

– Leve lanche e água

– Esteja atento a previsão do tempo

– Não vá se tiver medo de altura

 


Viver no digital

Loading...