Musical do Guritiba conta a trajetória da paquistanesa que ganhou Nobel da Paz

Espetáculo infantojuvenil tem canções originais de Adriana Calcanhotto

8 de março de 2019 - Por: Redação

Malala

 

A inspiradora história da menina paquistanesa que ganhou o Nobel da Paz está nos palcos com “Malala, a Menina Que Queria Ir Para Escola”, peça em cartaz no Programa Guritiba, do Festival de Curitiba 2019, nos dias 30 e 31, no Teatro Bom Jesus. O elenco carioca que vai contar a trajetória de Malala Yousafzai terá canções originais de Adriana Calcanhotto como trilha.

 A obra é a primeira adaptação teatral do livro-reportagem da premiada escritora e jornalista Adriana Carranca. O espetáculo narra a viagem da jornalista ao Paquistão, dias depois do atentado à vida de Malala por membros do Talibã, por defender o direito de meninas à educação.


O musical

A história, encenada por oito atores e um músico, é ambientada em um quintal brasileiro. O quintal mágico onde tudo se transforma: peteca vira caneta, balão vira abóbora, tijolo vira cadeira. Uma casa vira escola. Com coreografias, projeção e percussão ao vivo, os atores se dividem em diversos personagens. “Li Malala, a menina que queria ir para a escola em 2015, na noite de lançamento do livro. Logo nas primeiras linhas, a cortina se abriu e a cada página que virava um refletor se acendia. Encenar essa história no palco, nesse momento em que travamos uma luta incansável contra tantas formas de opressão, se faz necessário”, comenta Tatiana Quadros, atriz e idealizadora do espetáculo.

 “Fiquei muito feliz por ter sido lembrada para escrever canções para a peça porque acompanho a trajetória de Malala desde sempre, com muita admiração por sua coragem e inteligência. Gostei de compor pensando em Malala porque, no fundo, quando crescer quero ser igual a ela”, se diverte Adriana Calcanhotto.


Serviço

Malala, a Menina Que Queria Ir para Escola 

Onde: Teatro Bom Jesus

Quando: 30 e 31 de março às 16 horas

Quanto:  R$ 40 e R$20 (meia – entrada)


Viver no digital

Loading...